Compartilhe essa Notícia:


Em Pedreiras, várias famílias que residem no Bairro São Francisco convivem com a falta de água há mais de seis meses. Alguns moradores afirmam que mesmo sem o abastecimento acontecer, as cobranças continuam chegando todos os meses.

As localidades mais afetadas são a Avenida Freitas, Novo Horizonte e Rua Frei Serafim, sendo esse último endereço o que é castigada a mais tempo pelo problema. Quem convive nessas áreas alega que a Companhia de Saneamento Ambiental do Maranhão (Caema) não busca nenhum meio de solucionar definitivamente a situação. 

Em resposta aos moradores, a empresa alega que as bombas de abastecimento são velhas e não têm força para distribuir água nessas localidades de maneira eficaz, por esse motivo, a possibilidade de se construir um poço artesiano vem sendo discutida. 

Para amenizar a situação, a Caema envia um carro-pipa a fim de abastecer os moradores. Porém, o serviço é feito somente uma vez por semana e entrega apenas mil litros de água para cada residência. Muitos moradores sentem que o atendimento não é suficiente e a situação se torna mais difícil para idosos, que muitas vezes não tem condições de buscar água em outras localidades.

Sobre as cobranças indevidas, o problema atinge apenas os moradores da Avenida Freitas. Pelo fato da Rua Frei Serafim enfrentar essa situação há mais tempo, os papéis com as contas já não chegam nas residências daquela localidade. 

Muitas pessoas que se sentem prejudicadas pelas cobranças de água já se mobilizaram para registrar o cancelamento das contas, porém, não houve nenhuma mudança. 
⬇️⬇️ COMENTE AQUI ⬇️⬇️

0 Comentários

Informe da ALEMA