Compartilhe essa Notícia:


Depois do período de 40 dias desde que foi criada, a Comissão Processante que visa apurar a condenação do prefeito de Pedreiras, terá um importante avanço nesta terça-feira (11).

Os gestor terá de responder pelo ato de improbidade administrativa por ter contratado seu irmão, Daniel França, para prestar serviço de eletricista no município, pelo valor de R$ 6 mil, por dispensa de licitação, violando as normas constitucionais e legais previstas na Lei de Improbidade Administrativa.

Os dois foram condenados pelo juiz Marco Adriano Ramos Fonsêca (1ª Vara) na Ação Civil Pública por Atos de Improbidade Administrativa, movida pelo Ministério Público Estadual (1ª Promotoria de Justiça de Pedreiras), baseada em Representação feita pelos vereadores Elcimar Silva Lima Filho e Francisco Sérgio Oliveira da Silva.

Os integrantes da CPP composta pelos vereadores Jotinha (Relator), Ceiça Feitosa (Presidente) e Zé Renato (Membro), irão ouvir o prefeito Antônio França e o irmão hoje no prédio da Câmara Municipal de Pedreiras.

A Presidente da Comissão Vereadora Ceiça Feitosa informou que os depoimentos do prefeito, acompanhado do advogado de defesa, do irmão Daniel e o denunciante, Maurício Luis Assis começaram às 08hs e a palavra das testemunhas será às 10hs.

FONTE: GS3.news

⬇️⬇️ COMENTE AQUI ⬇️⬇️

1 Comentários

Informe da ALEMA