Compartilhe essa Notícia:


Cenas de um vídeo que circula nas redes sociais mostram uma mulher sendo espancada pelo companheiro no Terminal Rodoviário de Pedreiras (MA). O fato chocante e covarde aconteceu na tarde de segunda-feira (17), por volta das 16h40m, enquanto muitos marmanjos assistiam e filmavam o episódio.

De acordo com as informações, o casal estava nas imediações ingerindo bebidas alcoólicas, quando em determinado momento eles se desentenderam. Nas imagens gravadas por uma câmera de segurança, é possível observar, quando o homem se altera e passa a agredir a companheira com socos, pontapés e chineladas. Em princípio, a mulher tenta revidar as agressões, mas é golpeada com mais força.

Também chama a atenção a falta de iniciativa das pessoas que estavam no local, inclusive muitos homens, que não interviram nas agressões. Um homem chega até mesmo filmar com o celular o espancamento, sem se preocupar em prestar socorro à vítima ou acionar a polícia. Depois de apanhar muito, a mulher tenta fugir, acaba derrubando uma banquinha de vendas, e finalmente alguns populares decidem intervir.


Mulher apanha do companheiro e testemunhas observam ...

A Polícia Civil já tomou conhecimento das imagens e irá colher elementos informativos para identificar o agressor.

⬇️⬇️ COMENTE AQUI ⬇️⬇️

15 Comentários

  1. REVOLTANTE.....como pode tanta omissao, moro numa cidade bem maior que pedreiras mas isso nao ficaria impune, a populaçao dava uma surra nesse vagabundo , e outra a policia chegaria em tempo de da um flagrante nesse palhaço....

    ResponderExcluir
  2. Homens frouxos, de Pedreiras. Piores que o "macho" que estava batendo.

    ResponderExcluir
  3. revoltante é que ninguém ajuda a mulher mas quando as coisas caem do carrinhos todos que estavam olhando a mulher ser agredida ajudam a juntar, isso é uma vergonha para a sociedade um lugar onde as mulheres ainda são tratadas dessa forma covarde .

    ResponderExcluir
  4. Eu pagava um pedaço de pau e tacava nas costela dele queria ver se ele ainda ia bater em mulher esse filho da p###….

    ResponderExcluir
  5. Bando de covardes não era só aquele infeliz q agiu de covardia mas também quem olhou e filmou e não ajudou a mulher

    ResponderExcluir
  6. Os comentários aí em cima é de uma hipocrisia grande, me responadam, quem de vcs vai levar um casal de cracudo a sério??! Quem de vcs se ariscariam a levar uma facada por causa de umas chineladas que a cracuda levou??!

    ResponderExcluir
  7. Regiao de cabra safado e covades bando de moleque poriso q os outro chegam na regiao e manda

    ResponderExcluir
  8. Mas que bando de covardes esses motoristas de van, ficaram só olhando. Só tinha cabra frouxo ali.

    ResponderExcluir
  9. Falta de vergonha e das pessoas ainda filma , corvade .

    ResponderExcluir
  10. Se a policia prender esse que estava batendo nessa , podes crê como dois e dois são quatro que ela não deixa ele ficar nem meia hora na cadeia.Cada cabeça uma sentença.Besta é quem se mete.

    ResponderExcluir
  11. Se a policia prender esse que estava batendo nessa , podes crê como dois e dois são quatro que ela não deixa ele ficar nem meia hora na cadeia.Cada cabeça uma sentença.Besta é quem se mete.

    ResponderExcluir
  12. Conhecia uma cara k foi se meter em briga de casal,o cara marido da mulher matou ele, principalmente esses viciados em droga,essa mulher deve ser acostumada a apanhar desse cara,aí uma pessoa vai intervir o cara vem depois atreição,e matou ele,e a mulher contínua com ele,por isso não é bom a pessoa tirar,se um dia ela abusar de apanhar,ela larga ele

    ResponderExcluir
  13. Quem fala que arriscaria a sua vida e levar uma facada do drogado por causa da briga com a Drogada tá mentido!!! Quem vai se meter na BRIGA DE DROGADO???!!

    ResponderExcluir
  14. A Noiada aí levou foi umas lapadinhas de chinelo, não foi nem esse "espancamento" que estão alardeando, no vídeo vemos que ela está nua aí ele começa a dar lapadas de chinelo nela

    ResponderExcluir
  15. Se fosse em minha cidade esse aí tenha levado pau da quele.

    ResponderExcluir

Informe da ALEMA