Compartilhe essa Notícia:



O projeto “Municípios: Prato Cheio para o desenvolvimento” vai atender 2.600 famílias de quatro cidades do Maranhão: Fernando Falcão, Jenipapo dos Vieira, Marajá do Sena e Satubinha.



O Prato Cheio é uma iniciativa da Confederação Nacional de Municípios, CNM, articulada com a Associação dos Membros dos Tribunais de Contas do Brasil, com apoio do Sebrae Nacional e da Associação Nacional dos membros do Ministério Público. O projeto é uma maneira de mitigar a crise da pandemia causada pelo novo coronavírus no Brasil.

Para os quatro municípios serão distribuídas 1.300 cestas com custo total de R$ 130 mil. Os recursos devem ser investidos no comércio das cidades.

A ideia é implantar o projeto “Município: Prato cheio para o desenvolvimento” em mais de 3 mil dos 5.570 municípios do país, assistindo mais de 1,3 milhão de famílias.

O projeto tem como alvo os municípios com menos de 50 mil habitantes e IDH baixo como forma de facilitar o acesso a políticas públicas.

Projeto; “Municípios: Prato Cheio para o desenvolvimento” no Maranhão

Fernando Falcão
IDH – 0,418
Cestas – 300
Famílias – 600
Valor das cestas: 30.000,00

Marajá do Sena
IDH-0,418
Cestas –250
Famílias –500
Valor das cestas – R$ 25.000,00

Jenipapo dos Vieira
IDH-0,49
Cestas –400
Famílias –800
Valor das cestas – R$ 40.000,00

Satubinha
IDH-0,493
Cestas –350
Famílias – 700
Valor das cestas – R$ 35.000,00

⬇️⬇️ COMENTE AQUI ⬇️⬇️

0 Comentários

Informe da ALEMA