Compartilhe essa Notícia:



A Comarca de Poção de Pedras realizou na última quinta-feira (3), uma sessão do Tribunal do Júri, presidida pelo juiz titular Bernardo Luiz Freire.

Participaram do júri o promotor de Justiça Francisco Jansem Lopes Sales, que atuou na acusação, e o advogado Dr. Cristóvão Sousa Barros, na defesa do réu.

O réu foi José Leonardo Silva, vulgo “Piula”, que estava sendo acusado de crime de homicídio praticado contra Valdir Leonardo Silva. Ele era irmão do réu e, conforme informações do inquérito policial, foi morto a golpes de foice, na noite do dia 15 de agosto de 2018. A sessão de julgamento ocorreu no Plenário da Câmara de Vereadores de Poção de Pedras.
Foto de Piula preso e o corpo da vítima Valdir 

A denúncia do caso relata que, na data citada, no Povoado Folguedo, o réu teria matado por motivo fútil, seu irmão Valdir Leonardo, ao provocar na vítima múltiplos ferimentos com o uso de arma branca, no caso, uma foice.

De acordo com o que foi apurado no inquérito policial, por meio de depoimentos de testemunhas, já havia uma certa animosidade entre réu e vítima, pois sempre se desentendiam quando estavam ingerindo bebida alcoólica, mas faziam as pazes dias depois.

Após o crime, a arma foi encontrada na casa do acusado, o qual foi preso pela polícia, confessando a autoria. Ainda de acordo com informações do inquérito, o motivo do crime seria o fato da vítima ter ameaçado matar Piula, dizendo ainda que beberia seu sangue e, em seguida, atirado pedras na porta do réu. Piula estava preso desde o dia 17 de agosto de 2018, por decisão da Justiça.

A sentença proferida após a sessão de julgamento concedeu liverdade para o réu e serviu, também, como alvará de soltura de Piula (José Leonardo Silva).

Fonte: https://www.tjma.jus.br/midia/portal/noticia/500702

Mais 


Homem é assassinado a golpes de foice pelo irmão na zona rural de Poção de Pedras



⬇️⬇️ COMENTE AQUI ⬇️⬇️

11 Comentários

  1. Também com o advogado desses

    ResponderExcluir
  2. Parabéns Dr. Cristóvão

    ResponderExcluir
  3. O melhor juiz e advogado que já vie este homem e uma exemplo de magistrado msm sendo juiz ele sempre andou no meio das pessoas humilde nunca fie ele destratar pessoa por causa de sua classe financeira já tive prazer trabalhar pra ele hoje não trabalho mais só que sempre ele me liga precisando de mim largo o que estou fazendo vou atender seu chamado tenho grande admiração pela sua pessoa meus parabéns dr.cristovao que deus lhe abençoe sempre e toda sua familia

    ResponderExcluir
  4. O cara mata o irmão por motivo fútil, é realizado "julgamento" para conceder "liberdade ao réu". Isso é justiça mesmo?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se não sabes o q fala fique calado .

      Excluir
    2. mas quem concede são os jurados (pessoas do povo), não é a justica

      Excluir
  5. MAS....e o crime nao teve valor nenhum, so vielogio ao advogado.
    advogado existe pra faser justiça, e um crime tem que ter puniçao.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Advogado não existe pra fazer justiça, e sim pra defender quem o remunera. Seja culpado ou inocente.

      Excluir
  6. Justica metendo piula,para q a foice (simbolo da morte)continue a ceifar mais uma duzia de pes de gente nessa floresta humana.

    ResponderExcluir
  7. Temos sempre que se colocar no lugar do outro.principalmente da família.ele já tava com dois anos prezo.a família já tinha perdido um não ia perder o outro.pensem bem antes de julgar alguém.todos tem família.Dr Cristóvão pegou o caso como advogado,e como ser humano do coração enorme.sempre terá minha admiração..

    ResponderExcluir
  8. Justiça só de Deus. Esse sim julgará á todos, tanto os bons como os ruins. Os bons receberão a coroa da vida e os ruins... deixa isso com Deus.

    ResponderExcluir

Informe da ALEMA