Compartilhe essa Notícia:

Em São Luís, a taxa de ocupação de leitos de UTI está em 36,84% e os clínicos 18,06%


Dados do boletim epidemiológico da Secretaria Estadual de Saúde divulgados nesta quarta-feira (2), demonstram que a taxa de ocupação nos leitos de UTI e nos Clínicos está caindo no Maranhão.

Os números mostram que a queda vem ocorrendo desde a metade do mês de julho e se mantém gradativamente no mês passo e no início deste mês. No dia 15 de agosto, a taxa de ocupação dos leitos de uti era de 38% e os clínicos era de 20%.

Grande Ilha

No sábado (29/08), a rede estadual de saúde na Grande Ilha tinha 152 leitos de UTI e 382 leitos clínicos, a taxa de ocupação estava em 36,18% nos leitos de UTI e 18,59% nos clínicos. Já nesta quarta (2), a porcentagem de ocupação chegou a 36,84% para UTI e 18,06% nos leitos clínicos.

Dos 152 leitos da Unidade de Terapia Intensiva (UTI), 96 estão livres. A Grande Ilha tem 382 leitos clínicos exclusivos para tratamento de covid-19, desses 313 estão livres.

Imperatriz

A queda na taxa de ocupação de leitos, também é observada na cidade de Imperatriz. No dia 29 de agosto a cidade chegou a marcar 83,33% de ocupação dos leitos de UTI e 86,42% dos clínicos. Mas, os números atuais demonstram a diminuição de ocupação.

A cidade tem 54 leitos de UTI e 81 clínicos. Desses, 75,93% (41) dos leitos de UTI estão ocupados e 86,42% (70) dos clínicos também.

Coronavírus no Maranhão

Segundo o boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria de Estado da Saúde (SES), nesta quarta-feira (2), o Maranhão já totaliza 154.468 casos confirmados e 3.467 mortes por coronavírus. Nas últimas 24h foram registrados 1.787 novos casos e 10 mortes pela doença.

Dos mais de 154 mil casos, 8.238 estão ativos. Desses, 7.781 estão em isolamento social, 275 internados em enfermaria e 182 em leitos de UTI.

O estado já registra 142.763 pessoas recuperadas da doença. Mais de 340 mil testes foram realizados, 182.878 casos foram descartados e hoje (2), o número de casos suspeitos é 5.498.

Fonte - O Imparcial
⬇️⬇️ COMENTE AQUI ⬇️⬇️

0 Comentários

Informe da ALEMA