Compartilhe essa Notícia:


Fernando Haddad afirmou que seu entendimento sobre o resultados das eleições é de que o presidente Jair Bolsonaro não foi derrotado e de que o Centro não cresceu no último pleito. "A minha avaliação é outra. Bolsonaro administrou mal seu próprio cacife político, e isso passa a impressão de que ele foi o grande derrotado", disse, em entrevista à Folha publicada neste domingo (6). "O PT ficou no tamanho de 2016, com uma leve vantagem. PSDB, MDB e PSB foram os partidos que mais perderam espaço", aponta.

Haddad disse ainda que a direita cresceu e que o bolsonarismo permanece bem avaliado. "Houve um deslocamento do eleitorado para a direita e para a extrema direita, mas menor do que eu esperava. O que coincide com um período em que o bolsonarismo não está tão mal avaliado, com aprovação na casa de um terço", disse. Para o petista, as medidas econômicas adotadas pelo governo federal durante a pandemia da Covid-19 tem relação com essa aprovação.

Fonte: Gazeta do Povo

⬇️⬇️ COMENTE AQUI ⬇️⬇️

6 Comentários

  1. O próprio addad confessando q o Bolsonaro vai ganhar de novo. Isso é otimo

    ResponderExcluir
  2. Avaliação do (Mal) Haddad na "foice de são pauta"? Fala sério, tão querendo quem? Um cara que foi ministro e não sabe a função do ministério da infraestrutura, dá pra acreditar nele??

    ResponderExcluir
  3. Gostei da entrevista pois Haddad falou como professor da USP e não como militante derrotado de partido falido. Haddad teria futuro em outra sigla.

    ResponderExcluir
  4. Rapaz que coisa ridícula e falar de Bolsonaro no que se refere da eleições municipais, ele não moveu uma palha ficou na dele agora o PT me parece que ficou sem nem uma capital.

    ResponderExcluir
  5. O PT não reconhece a sua própria ruína.

    ResponderExcluir
  6. Quem o Lula apoiar, esse com certeza perderá as eleições. Até mesmo o bolsonaro se tiver apoio do Lula também perderá a eleição.

    ResponderExcluir

Informe da ALEMA