Compartilhe essa Notícia:

O empresário do mercado financeiro paralelo, Josival Cavalcante da Silva, agiota mais conhecido como Pacovan, está preso no Centro de Triagem do Complexo Penitenciário de Pedrinhas, em São Luís. Pacovan foi preso preventivamente pela Polícia Federal, na última quinta-feira 3, durante a Operação Ágil Final, que investiga supostas ameaças e tentativa de extorsão ao prefeito de São José de Ribamar, Eudes Sampaio (PTB).

Pacovan foi colocado na Cela 02, do Bloco A da unidade prisional. Até o momento, segundo apurou o site ATUAL7, que obteve com exclusividade as imagens de seu novo ciclo em Pedrinhas, o agiota não recebeu qualquer visita, nem mesmo de advogados.


Fonte: Atual7 e Domingos Costa

⬇️⬇️ COMENTE AQUI ⬇️⬇️

3 Comentários

  1. Prefeito tem q ser preso tb

    ResponderExcluir
  2. Quem devia estar preso era o prefeito, o cara forçou ele apegar o dinheiro? Na hora de pegar o dinheiro, o cara vai na casa do agiota, toma café , almoça, concorda com o juro e depois vem com essa! O errado é o prefeito

    ResponderExcluir
  3. O cara emprestou o dinheiro dele e ainda vai preso por k queria receber a grana dele,tem k prender o político também

    ResponderExcluir

Informe da ALEMA