Compartilhe essa Notícia:

Segundo o secretário de Estado da saúde, Carlos Lula, o Governo do Maranhão planeja iniciar a vacinação dos grupos de riscos até o final do mês de janeiro

Secretário de Saúde do Estado Carlos Lula. Foto: Divulgação

Nessa terça-feira (22), durante entrevista a um programa de TV, o secretário de Estado da Saúde, Carlos Lula, falou a respeito das ações do Governo do Maranhão para garantir a vacina da Covid-19.

Na última semana, o ministro Supremo Tribunal Federal, Ricardo Lewandowski, autorizou o estado do Maranhão a importar vacinas contra covid-19 que tenham sido aprovadas pela Anvisa ou que tenham sido registradas e liberadas por uma das quatro autoridades sanitárias citadas na Lei Federal 13.979/2020.

Ainda na entrevista, o secretário afirmou que tem 50 milhões de reais reservados para compras de vacinas. Ele ainda ressaltou que na ação que o Maranhão ingressou no Supremo foi pedido que houvesse uma espécie de compensação da União, na verdade, a obrigação é da União.

Carlos Lula ainda destacou que caso o Governo Federal não apresente uma solução até 15 de janeiro, a SES comprará as primeiras doses de vacinas já aprovadas por agências de saúde internacionais. Ainda de acordo com Lula, o Governo do Maranhão planeja iniciar a vacinação dos grupos de riscos até o final do mês de janeiro.

Fonte - O Imparcial

⬇️⬇️ COMENTE AQUI ⬇️⬇️

3 Comentários

  1. viram direitinho na reportagem ...a senhora nos estados unidos tomou a vacina..em seguida desmaiou...se lá essa vacina deu esse efeito....essa que que vem pro Maranhão hei...lugar nenhum no mundo tem vacina comprovada para covid 19...botem isso na cabeça

    ResponderExcluir
  2. PODIA COMEÇAR PELOS POLÍTICOS
    SERIA UMAS OTIMAS COBAIA PRA VACINA CHINESA

    ResponderExcluir
  3. Pra quer eu precisó de vacina se eu tenho pitu 4$ reais o litro

    ResponderExcluir

Informe da ALEMA