Compartilhe essa Notícia:


O atual prefeito do município de Peritoró, Dr Júnior (PP), em menos de uma mês que assumiu o comando do município já vem atraindo críticas, principalmente na área da saúde.

Por ser um profissional da saúde, Dr. Júnior foi a segunda pessoa a ser vacinada contra o Covid-19 em Peritoró. Porém, logo após ser vacinado, o prefeito resolveu decretar por vontade própria o fechamento dos postos de saúde nas localidades do Livramento, Independência, Precateira, Levada, São João das Neves e até mesmo na sede do município. 

De acordo com o gestor, nenhum dos postos de saúde irá funcionar em Peritoró dentro do período de 90 dias. A justificativa é que as unidades precisam passar por uma reforma, o que ainda assim é estranho, dado ao fato de que esse período prolongado de fechamento está ocorrendo em plena pandemia da Covid-19, ainda com os casos em alta.

O vereador Constantino (PSC) vem denunciando o fato e cobrando as providências cabíveis. Segundo ele, os postos de saúde foram entregues pela gestão anterior no dia 30 de dezembro em perfeito estado de funcionamento. Diante da gravidade, o vereador entrou com um ofício no dia 25 deste mês pedindo explicações.

Moradores e trabalhadores da região têm se mobilizado contra a mudança, alegando que aumenta as dificuldades de acesso ao atendimento e coloca até mesmo em risco a vida de moradores, uma vez que os povoados ficam mais distante da sede e o hospital geral só recebe emergências. 





Fonte: Valdemir Oliveira

⬇️⬇️ COMENTE AQUI ⬇️⬇️

0 Comentários

Informe da ALEMA