Compartilhe essa Notícia:

Imagem da internet

Em que pese diversos municípios maranhenses relatarem aumento de internações e óbitos por Covid-19, como consequência da 2ª onda do novo coronavírus, várias pessoas agem na contramão das medidas de prevenção ao contágio do vírus.

O que se vê por aí, em muitas cidades da nossa região, é um comportamento compartilhado por muitos, onde as pessoas relaxaram nas medidas sanitárias recomendadas pelas autoridades de saúde para evitar o aumento de casos da doença.

Inclusive, velórios e sepultamentos de pessoas que faleceram de Covid-19, que antes tinham sérias restrições (distanciamento entre as pessoas; duração máxima de 10 minutos, entre outras restrições), hoje em dia acontecem livremente, sem a interferência das autoridades sanitárias do município.

Parece história de trancoso, mas o relato é verdadeiro. Em um município da nossa região, uma pessoa morreu diagnosticada com o novo coronavírus e, contrariando todas as recomendações, a família realizou o velório. Os moradores da cidade, mesmo sabendo que o falecido havia testado positivo para o vírus, compareceram à cerimônia fúnebre, causando aglomeração.

Segundo as informações, a família também não se preocupou em fechar o caixão, que ficou aberto durante o velório. Porém, um detalhe chamou bastante a atenção. Com receio de que o falecido contaminasse as outras pessoas presentes no local, os familiares colocaram uma máscara encobrido o nariz e a boca do cadáver.

O padre da cidade foi chamado para realizar a última bênção da pessoa falecida; em princípio ele se negou já informado que o falecido morreu de Covid, mas recebeu apelos dos familiares e de muitas pessoas, todos lembraram que era alguém muito querido na comunidade católica e uma boa pessoa. O sacerdote concordou em ir, porém exigiu que todos os presentes estivessem usando máscara. Com exceção do defunto, nenhum dos presentes estava de máscara no velório que durou a noite toda; mas ao observarem a chegada do padre correu o alerta para colocarem a proteção no rosto.

O boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria de Estado da Saúde (SES), nessa terça-feira (26), mostrou que o Maranhão já totaliza 205.920 casos confirmados e 4.657 mortes por coronavírus. Foram 299 novos casos e 4 mortes pela doença registrados em 24h.

⬇️⬇️ COMENTE AQUI ⬇️⬇️

3 Comentários

  1. Só uma observação, Carlinhos. O Padre deve ter celebrado a Missa de Côrpo Presente, porque Extrema Unção é missa para a pessôa ainda viva, mas prestes a morrer.

    ResponderExcluir
  2. Fala sobre aglomeração para o prefeito de Esperantinópolis Carlinhos.

    ResponderExcluir
  3. Só queria saber aonde é essa cidade???

    ResponderExcluir

Informe da ALEMA