Compartilhe essa Notícia:


A Polícia Civil, em ação conjunta com a Polícia Militar de Esperantinópolis, acaba de prender um suspeito dos assassinatos do casal Geovane e Lenir. Ambos foram encontrados mortos com perfuração na altura do peito, feitos por arma branca, nesta manhã de sábado (16), em sua residência localizada no povoado Palmeiral.

De acordo com o Delegado regional de Pedreiras, Dr. Diego Maciel, um delegado e um investigador foram disponibilizados e deslocados até Esperantinópolis, para que fossem colhidos todos os informativos possíveis de modo imediato para que se chegasse aos autores dos crimes.


Com a agilidade nas investigações da equipe da 14ª Delegacia Regional de Pedreiras e da equipe local, a polícia conseguiu deter o primeiro suspeito desse crime brutal, que deixou toda a população abalada.

O suspeito foi levado para a Delegacia de Polícia Civil de Esperantinópolis e, por estar aparentemente drogado, o mesmo foi encaminhado para à 14ª Delegacia de Polícia Civil de Pedreiras para o devido interrogatório.

Confiram a entrevista com o Delegado de plantão, Gilvan Lucas, responsável pela investigação do duplo homicídio:


Com informações Carlos Barroso

⬇️⬇️ COMENTE AQUI ⬇️⬇️

10 Comentários

  1. Não existe crime perfeito! E que seja feita justiça na forma da lei.

    ResponderExcluir
  2. O pior desse caso é que não há punição proporcional ao crime cometido, ou seja, a pena legal terá extensão menor à ação criminosa. Outra, considerando o conteúdo filosófico do nosso direito, o criminoso terá todos os benefícios definidos e indefinidos. Enquanto isso fingimos que não é conosco, mesmo sofrendo as consequências e pagando a conta.

    ResponderExcluir
  3. Contudo, sendo êsse homem o culpado pêlas mortes, ficará prêso por muito tempo. Quinze anos por liberdade condicional, no mínimo.

    ResponderExcluir
  4. Tadinho , esse rapaz é vítima da sociedade opressora , as autoridades não devem prender o rapaz , convidem para prestar depoimento e aguardar em liberdade ! Justiça seja feita !

    ResponderExcluir
  5. Ainda vai aparecer advogado pra defender um ordinário desses. Não devíamos gastar recursos com duas desgraças dessas. Deviam ir para a mesma prisão que colocaram lenir e Giovani.

    ResponderExcluir
  6. Lembrei de um dito maconheiro trabalhador que postou revoltadinho quando encontraram o corpo de outro maconheiro em trizidela.
    Olha aí maconheiro trabalhador os que teus iguais fazem. Tu que diz ser exemplo pra sociedade. Maconheiro fumador de bosta desgraçado. O próximo assassinado por um maconheiro pode ser tua mãe, maconheiro trabalhador.

    ResponderExcluir
  7. Esse lixo tem q ser banido da sociedade, jpgoda na mais imumda das prisao. lixo tirou ha vida de duas pessoas de deus dois trabalhadores.

    ResponderExcluir
  8. Com relação ao comentário contra o maconheiro. Pois bem, a mãe dele pode ser até uma serva de Deus e não colocou ele no mundo pra ser maconheiro não. Portanto não devemos desejar o seu mal não.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. As orações da mãe dele estão fracas. Ou o deus pra quem a mãe dele pra tá se lixando pra ela e pro filho dela. Mais um defensor de maconheiro. Ou és tu? Maconheiro trabalhador?

      Excluir
  9. Esses dois lixo, dois maconheiro zafados, ladrao vagabundo, lixo da pior especie, filho de cabeunco, tem q tira esses lixo do meio da sociedade esse imumdo, carmica tirou ha vida de dois pais de familia trabalhador gente boa pra roubar, crapulas ja eram pra ter sido. ja eram pra ter sido eram mortos

    ResponderExcluir

Informe da ALEMA