Compartilhe essa Notícia:


Em seu discurso na Assembleia Legislativa na manhã desta quarta-feira (11), o deputado Roberto Costa repudiou a atitude de policiais militares, comandados pelo Tenente Pinho, na cidade de Bacabal, contra o comerciante Marcos Santos, conhecido como Marquinhos.

O crime chocou toda a população da região pela crueldade dos agentes de segurança pública. A motivação foi um suposto roubo de carneiros da fazenda de um dos militares. O corpo de Marcos Santos foi achado por familiares em São Luís Gonzaga do Maranhão, com marcas de tiro e sinais de violência.

“Gostaria de destacar de forma lamentável esse acontecido, porque abalou a cidade de Bacabal, a nossa população, mas também elogiar o sistema de segurança pública, através do secretário Jefferson Portela, que deu a atenção necessária para esse caso, inclusive com a sua presença, para elucidar essa situação revoltante”, afirma.

Os policiais, comandados pelo Tenente Pinho, sequestraram também José de Ribamar Neves, que presenciou todo o ocorrido, sofrendo tortura e tentativa de assassinato. Entretanto, o lavrador conseguiu fugir depois de alguns dias e comprovou o envolvimento dos militares no caso.

Além de destacar a atuação da Secretaria de Segurança Pública do Estado, o deputado cobrou as devidas punições aos acusados.

“O que queremos é que as punições continuem acontecendo e que esses cidadãos que estão na polícia militar sejam expulsos, porque não têm as devidas qualificações e condições morais de continuar na PM do Maranhão”, finaliza.

O fato de policiais militares estarem envolvidos na morte e perseguição de pessoas inocentes chocou a população bacabalense, e a opinião de que os envolvidos merecem ser expulsos da corporação passou a ser defendida também por muitos moradores.

Assista ao vídeo:

⬇️⬇️ COMENTE AQUI ⬇️⬇️

6 Comentários

  1. Deputado,vc falou o que muitos maranhenses queriam falar.No entanto,os bandidos não podem ser chamados de policiais.São bandidos perigosos e infiltrados na polícia.A expulsão é uma obrigação,a condenação também.

    ResponderExcluir
  2. Estão presos mais os salários cai na conta todo mes

    ResponderExcluir
  3. Um corrupto desse nao tem moral nenhuma corrupto desse criminoso igual a eles

    ResponderExcluir
  4. Duvido, coisa boa e ser funcionário publico, pinta e borda.

    ResponderExcluir
  5. O tempo transcorrido desde foi suficiente
    para avaliar e saber que tipo de discurso é mais lucrativo.

    ResponderExcluir
  6. Botar no olho da rua, por justa causa, sem direito a nada!

    ResponderExcluir

Informe da ALEMA