Compartilhe essa Notícia:


A covid-19 fez mais uma vítima no sistema de segurança público do Maranhão. 

O delegado Marco Antônio Fonseca, 55 anos, faleceu neste sábado (6), após lutar ao longo de mais de mês contra complicações da doença. 

Ele estava internado no hospital São Domingos.

Marco Antônio Fonseca foi o delegado que atuou no caso que envolveu o assassinato do advogado do senador Roberto Rocha, Brunno Matos. Assim como teve atuação em outros casos de grande repercussão no estado.

Marco Antônio Fonseca é irmão do juiz Marco Adriano Ramos Fonseca, da Comarca de Pedreiras (MA) e do promotor Marco Aurélio Ramos Fonseca.

De acordo com o apurado, não vai ocorrer cerimônia de despedida por conta dos protocolos da covid-19.

Fonte Blog Diego Emir

⬇️⬇️ COMENTE AQUI ⬇️⬇️

4 Comentários

  1. E nessas altura o presidente genocida desrespeitando as regras da saúde, como se nada fosse feito tivesse acontecendo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cala a boca mortadela! Esse elementos só falam merda. Chamam bandidos de bonzinhos e colocam a sociedade contra a polícia, e falam mal do presidente bolsonaro em tudo. Ô raça de víboras. Vão trabalhar! Muda o disco.

      Excluir
  2. O irmão promotor de Justiça Dr Marcão também já trabalhou aqui em Pedreiras

    ResponderExcluir
  3. Meus sentimentos doutor Marcos Adriano, que Deus possa confortar o coração de sua família

    ResponderExcluir

Informe da ALEMA