Compartilhe essa Notícia:


Na noite desta quinta-feira (04), uma barbearia localizada na Av. Marly Boueres, no bairro Mutirão em Pedreiras, foi alvo de assaltantes armados. O crime aconteceu por volta das 18h30m, e toda a ação foi filmada por uma câmera de segurança do local.

Dois indivíduos chegaram no estabelecimento e anunciaram o assalto. Eles subtraíram vários pertences, entre aparelhos celulares e relógios, das vítimas e do proprietário do local.

Segundo informações, um dos elementos envolvidos no assalto é morador do Bairro Pedro Brito, na cidade de Bacabal. A polícia da 16ª Delegacia Regional de Bacabal já o identificou e preparou um mandado de prisão para o meliante.

De acordo com as informações, ele já possui várias passagens pela polícia e foi solto do Presídio Regional de Bacabal há cerca de três meses. Na época, ele chegou a dar entrevista dizendo que queria mudar de vida e começar a trabalhar.

O caso foi registrado na 14ª Delegacia Regional de Polícia Civil de Pedreiras.

⬇️⬇️ COMENTE AQUI ⬇️⬇️

8 Comentários

  1. se tivesse dado fim neles na primeira vez q tivesse prendido esse assalto de ontem tinha sido evitado

    ResponderExcluir
  2. Bandido bom é bandido morto

    ResponderExcluir
  3. O bandido não muda de vida, mas como podemos ver, muda de cidade.

    ResponderExcluir
  4. Ou seja, não tem jeito. É taca e cana!

    ResponderExcluir
  5. Aquela vítima de camiseta azul teve sorte de não ter levado um tapa só por estar usando um celular lanterninha kkkkkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
  6. Vixe... assaltaram o Corujinha...

    ResponderExcluir
  7. É patético ver a humilhação e medo das vítimas e os comentários sem lógica e coerência. Um diz "kkkkkk", outro "se tivesse matado". Infelizmente, isso é resultado da incompetência, omissão, passividade e ignorância da população. Se tivesse lei que punisse e inibisse criminosos esse assalto não ocorreria. Quantos inocentes já morreram por conta dessas leis que soltam bandidos? Muito mais do que se tivesse pena de morte.

    ResponderExcluir

Informe da ALEMA