Compartilhe essa Notícia:

 Foi durante reunião com o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, na qual o parlamentar apresentou demandas para vacinação de atletas que vão às Olimpíadas e para o fornecimento de respiradores e outros equipamentos para São Luís.


“A vacinação célere e em massa contra a Covid-19 é essencial para salvar vidas e permitir que voltemos à normalidade”. Foi o que defendeu o deputado federal Juscelino Filho (DEM-MA) nesta terça-feira (30), em reunião com o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga. O parlamentar também pediu informações sobre outras ações de enfrentamento à pandemia e apresentou algumas demandas.

“Saí otimista do encontro com o ministro Queiroga. Ele está muito empenhado em acelerar a compra de vacinas e a imunização dos brasileiros, bem como em estimular medidas preventivas, como uso de máscara e distanciamento social. Só assim, unidos e controlando a disseminação do vírus, será possível vencermos essa luta”, afirmou Juscelino Filho.

Vacinação de atletas olímpicos

Entre as solicitações feitas pelo deputado está a de inclusão imediata, no Plano Nacional de Imunização, dos atletas que representarão o Brasil nas Olimpíadas de Tóquio. “São cerca de 300 competidores, que precisam estar protegidos para entrarem no Japão. O pedido foi feito por atletas maranhenses e levado a mim pelo secretário de Esportes de São Luís, Ricardo Diniz. O ministro concordou que se trata de uma demanda importante”, relatou.

Mais leitos em São Luís

O deputado Juscelino Filho também pediu a Marcelo Queiroga a disponibilização de 10 respiradores, monitores e bombas de infusão para São Luís. “Em razão do agravamento da pandemia, uma realidade em todo o país, os hospitais da nossa capital estão sobrecarregados. Vamos acompanhar de perto o andamento do pedido. Reafirmo que não medirei esforços para obter mais recursos e insumos para o Maranhão”, garantiu.

Juscelino ainda agradeceu a autorização de 18 novos leitos de UTI em São Luís. Segundo a Portaria nº 567 do Ministério da Saúde, publicada nesta terça-feira, serão 10 no Hospital de Campanha no Hospital da Mulher e oito na Maternidade de Alta Complexidade do Governo do Maranhão, com valor de custeio mensal da ordem de R$ 864 mil. “Nesse momento, cada leito a mais faz toda diferença na árdua missão de salvar vidas”, disse.

Pró-Leitos

Entre outros temas, o deputado federal e o ministro da Saúde também destacaram a importância do Programa Pró-Leitos, aprovado na semana passada na Câmara e ontem pelos senadores. O PL 1.010/2021, relatado no Senado por Weverton Rocha (PDT-MA), incentiva pessoas físicas e empresas a contratarem leitos de UTI da rede privada para auxiliar o Sistema Único de Saúde (SUS) a atender pacientes com Covid-19.

⬇️⬇️ COMENTE AQUI ⬇️⬇️

2 Comentários

  1. Defender isso e aquilo, tôdo o mundo defende. O quê o Deputado deve fazer é cobrar. porque isso, somente o podem êles, os Políticos.

    ResponderExcluir
  2. As vacinas vem do "MS" mas, essa cobrança tem que ser direcionada aos governos estaduais e municipais.

    ResponderExcluir

Informe da ALEMA