Compartilhe essa Notícia:

Dr. Allan Roberto 


Nesta manhã de segunda-feira (28), os participantes de um grupo de WhatsApp foram presenteados com mais um surpreendente relato de humanidade, esperança e fé, escrito pelo médico pedreirense, Dr. Allan Roberto, que está na linha de frente de combate à Covid-19 em UTI do Estado.

Allan Roberto narra a cativante história envolvendo o que aconteceu em seu plantão do último final de semana entre ele e uma paciente que precisava ser intubada em decorrência de complicações da Covid-19. - Ela assustada pediu ao médico para não intubá-la. O tão criticado Allan demostrou que mais do que títulos honrosos ou apelidos vexatórios que  tem recebido, é antes de mais nada, um ser humano com sentimentos cristãos e que, doravante, atende ao maior de todos os mandamentos: amar ao próximo como a si mesmo.

Leia.


Dr. Allan Roberto: 


"A difícil hora do desligar-se do mundo até a o dia de voltar ou... não voltar mais a esse mundo... 

Eu, no sábado à noite, fui o médico que "inaugurou" uma das novas UTI's do Governo do Estado. Aceitei voltar a trabalhar para o Estado pelo caráter pandemônico da pandemia: ESTÁ FALTANDO MÉDICOS!

O chefe do Serviço me convidou e insistiu. Três dias sem médico na UTI e mesmo o plantão à vista de 3000 reais, 24 horas, não tem médico que aceite mais.

Aceitei a missão e peguei os 03 dias porque só a escala completa autorizaria o serviço a funcionar, abrir.

Ao chegar soube que havia 2 pacientes na enfermaria "candidatos a tubo". O médico da enfermaria, jovem, ficou feliz, quando me viu grisalho, barrigudo porque me julgou experiente.

Eu disse que primeiro iria em equipe interdisciplinar testar cada leito, cada material, cada equipamento da UTI. E após isso relatoriar como recebi o serviço e de suas condições.

Fizemos isso, eu médico, um fisioterapeuta, um enfermeiro e 2 técnicos de enfermagem, todos já experientes em UTI.

Fui avaliar a paciente Dona C. Saturando 88%, jovem, o pai dela intubado,  mãe na UTI, marido com Covid em casa,  2 filhos pequenos. Do município de Cedral. Tudo COVID.

Ela me olha com rosto de terror e me pede: “não me leve pra UTI, não, doutor, deixe eu aqui mesmo ruim porque assim eu posso ainda falar com meus filhos por telefone. Não me entube.

Me tocou fundo. Me curvei e lhe abracei e lhe beijei o rosto e a fronte. Desejo-lhe força, fé e esperança. Decido não entubá-la. Fizemos uma manobra postural nela e a saturação melhorou. Ao sair de manhã fui vê-la. Ela dormia serenamente.

Voltei para cá essa noite. Perguntei por ela. Não passou o dia bem. Noite atribulada. Parada apenas para um telefonema sobre política já depois de meia noite.

Às 2:30 horas a enfermagem me acorda aos sopapos. A paciente precisava ser entubada.

Eu entro na enfermaria. Ela me olha assustada e faz o mesmo pedido de ontem.

Eu puxo uma poltrona e começo a falar de Deus para ela, pedir que ela confie no Altíssimo, que eu, a enfermagem, o tubo, o respirador e a UTI ali para ela éramos instrumentos de Deus. Mas que me recuso a fazer sem ela aceitar ou entender.

 

Ela chora e faz um V com os dedos. Pergunto o que quer dizer: 2 filhos. Ofereço meu telefone para ela em vídeo chamada falar com o esposo e filhos, pois o dela não é digital. Ela aceita mas piora com a emoção. Seguro na mão dela e peço que feche os olhos e se imagine segurando na mão de Deus. Que lembre das 2 gravidez,  dos choros dos 2 filhos ao nascerem, de amamentá-los, de momentos bons com o pai velhinho intubado em outra cidade, com o marido, que pense em Deus como muita luz envolvendo a ela...

Ela acalma. A saturação vai progressivamente subindo de 83 para 92.

E que Ele agiu. E que não precisava mais levar pra UTI com 92 de saturação.

Eu peço que ela abra os olhos e digo a ela que Deus está ali com ela mesmo que ela não O veja.

Esse tempo todo a equipe irritada comigo. Pois a praxe é sedar e fazer tudo rápido. Não conheciam médico que beija o paciente, abraça e senta do seu lado para ouvir suas histórias, seus medos, seus temores, terrores e inseguranças.

Mas deixei a C... serena e tranquila, sem UTI e sem tubo, a equipe irritada e assustada com esse médico doidão que beija pacientes com Covid grave, senta do lado do leito para ouvir e contar histórias em plena madrugada e se recusa a entubar apenas por critérios técnicos e numéricos.

Mas se não for assim não sei ser médico.

Fui chamado a atenção por tê-la beijado pelo risco a que me expus: grande risco! Corro esse risco desde março do ano passado e não tenho medo de morrer sendo soldado nessa guerra.

Sou gente, tenho avó e mãe velhinhas, filhos... Sou humano. Sou cristão. Aprendi no sofrimento na sarjeta moral, emocional e espiritual da droga que Deus usou para me melhorar como gente, que preciso olhar meu irmão com olhos de compaixão e me colocar no lugar dele antes de qualquer decisão que o envolve.

 Assim eu sigo. Pode chamar de doido, de polêmico, de louco, não me importo. Não consigo é ser humano sem me sentir irmão ou ser médico sem compaixão.

E dona C continua saturando bem. E ainda não tem indicação absoluta de intubação.

Acho que ela religou os canais com Deus pela oração e estava com medo do tubo a ligar aos canais do inferno. Mas Deus nos quer vencedores e com Ele!

Lidar nesse mundo dos bastidores da pandemia se vê tristeza, sofrimento e dor. Mas quem entra ateu, sai crente que Deus existe e age poderosamente a todo momento. Conseguimos ver um exército de anjos a nos rodear em enfermarias, corredores e UTI's penunbrosas com aqueles bips dos monitores cardíacos e o barulho de fole dos respiradores respirando pelos intubados  sedados.

Acho que Ele quer que reconheçamos que só Ele é Deus. Derrubou o mundo todo com um reles microrganismo e jogou-nos todos aos seus pés, ricos e pobres, novos e velhos, poderosos e fracos. Só Ele hoje é forte!!!

Temos é que refletir bem o que Ele nos quer ensinar com isso tudo.

O mais agnóstico se sensibiliza e se curva à grandeza do Criador."

⬇️⬇️ COMENTE AQUI ⬇️⬇️

38 Comentários

  1. Parabéns,doutor!!!O mundo está carente de "humanos" como o senhor.Deus o abençoe em tudo.

    ResponderExcluir
  2. Ligar-se espiritualmente ao paciente, estando ao lado de quem sofre, não é envolver-se emocionalmente, isso se chama humanidade,
    procurat confortar um coração entristecido, isto se chama amor, fazer de suas palavras pontes que religuem um desesperado à luz da esperança, isso se chama fé...
    É ser um instrumento da paz de Deus.
    Que bom seria se todo o corpo técnico, tivesse esse toque de amor e desprendimento...

    ResponderExcluir
  3. Que matéria, palavras sábias , comecei a te admirar

    ResponderExcluir
  4. Belo depoimento que escancara a necessidade de humanizar a medicina. Parabéns Dr. Alan, humanidade e cristianismo ajuda demais no tratamento dos pacientes em tempos de pandemia.

    ResponderExcluir
  5. Muito emocionante o depoimento de Dr. Allan. Deus seja louvado!!!

    ResponderExcluir
  6. Parabéns doutor que Deus abençoe você mais você é um guerreiro

    ResponderExcluir
  7. Deus te abençoe Dr. Alan, você é um grande ser humano, é uma pena a pessoas te julgarem e te condenaram pelos erros. Mas os que te conhecem te respeitam de verdade!

    ResponderExcluir
  8. [29/3 19:07] Kelma: Ele é o dono do ouro e da prata e .ê somente a ele que devemos nos curva
    [29/3 19:09] Kelma: Que a mão do senhor jesus esteja sempre sobre vc e que vc continui sendo iluminado por ele
    [29/3 19:11] Kelma: Toda hora e toda glória seja dada pra ele

    ResponderExcluir
  9. Ele é o dono do ouro e da prata e .ê somente a ele que devemos nos curva
    Que a mão do senhor jesus esteja sempre sobre vc e que vc continui sendo iluminado por ele
    Toda hora e toda glória seja dada pra ele

    ResponderExcluir
  10. Excelente o depoimento do doutor Allan,lindas palavras que reforçam a nossa fé e esperança.

    ResponderExcluir
  11. Esse médico é homem de Deus por isso ele é tanto odiado e perseguido. Mas quem o protege é o Senhor dos Exércitos.

    ResponderExcluir
  12. Parabéns Dr. Alan se meu marido estar vivo, foi porque o senhor foi instrumento nas mãos do Senhor Jesus Cristo. Parabéns pelo médico humano que você é e por ter sido instrumento para salvar o seu Regi com o tratamento precoce do Covid19. Que Deus o abençoe com muita saúde e sabedoria para contar todos os seus dias de vida na presença do Senhor.

    ResponderExcluir
  13. Parabéns o mundo precisa de ser humano como você que Deus lhe proteja 🙏

    ResponderExcluir
  14. Eita que nojo... hipocrisia sobrando, isso também é pecado !!!

    ResponderExcluir
  15. Já trabalhei com ele. É diferenciado em tudo mas para melhor. Por isso é incompreendido muitas vezes. É gente boa, ético, ama a profissão, não visa dinheiro e faz de tudo, até gastar do seu proprio bolso pela vida de seu paciente.

    ResponderExcluir
  16. Se o povo falava mal até de Jesus que era Deus e só fazia o bem, como não falar desse homem de Deus que luta com suas imperfeições e é tão grande que as assume de público, erra, mas continua firme defendendo e fazendo aquilo que acredita mesmo que o combatam e denigram a imagem? Os escolhidos de Deus são assim: Deus escolhe os loucos para confundir os sábios.

    ResponderExcluir
  17. Já tive a honra de trabalhar com esse médico gente muito boa, ético e preocupado com a vida do próximo.

    ResponderExcluir
  18. Humilde e digno. Averso a dinheiro. Abraça o pobre e esnoba o rico. Corajoso, combativo e destemido. Competente e sagaz. Culto e preparado pessoal e espiritualmente. Mas sem paciência e tolerância com a burrice, com a injustiça, com a maldade, a mentira e a opressão aos mais fracos: esse é meu amigo de infância Allan Roberto que aprendi a amar e admirar.
    Contrário ao valores mundanos. Gente assim faz medo e é combatido. Allan é mais a frente em evolução espiritual que esse mundo.

    Carlinhos Augusto

    ResponderExcluir
  19. Que bom que temos mais um herói cuidando de pessoas com covid.

    ResponderExcluir
  20. E ainda assim Fred Maia proíbe Dr Allan de entrar no Hospital Municipal de Pedreiras...!!!

    ResponderExcluir
  21. Apesar de todas as falhas que o cercaram, sempre lhe vi como excelente médico, e sempre desconfiei que bem dentro do seu íntimo existia um humano temente à Deus

    ResponderExcluir
  22. Meu Doutor! Caríssimo amigo médico, Dr. ALAN, de Pedreiras - MA. Médico, temente a Deus, fraterno, sensato, e com o dom de saber se expressar por si, e tenho certeza, pelos demais profissionais da saúde de agem como ele, colocando em palavras poéticas, cada poesia que faz na sua prática diária da Medicina.
    Parabéns a nós, por termos você, Doutor ALAN ROBERTO!

    ResponderExcluir
  23. Que Deus conserve a saúde e a sabedoria de Dr Allan, um guerreiro que enfrenta o inimigo buscando sempre a proteção de Deus.
    Em nome dele, saúdo e parabenizo todos os profissionais de saúde do nosso Maranhão!!
    Aos fortes a vida exalta, os fracos são abatidos!!!

    ResponderExcluir
  24. Lindo depoimento , parabéns doutor pela sua humilde , o mundo precisa de muitos Alan assim, deu vontade até de conhece lo . Que Deus lhe abençoe e proteja de todo os males .

    ResponderExcluir
  25. Ele é simplesmente brilhante, sensacional, genial, especial e excepcional. Um cara desse nunca passa despercebido e desperta ódio, inveja e temores. Mas é desses o tipo que a Bíblia chama de "os escolhidos".

    ResponderExcluir
  26. Espírito de luz.
    Gênio do bem.
    Contrário dos outros médicos esse se preocupa é com o paciente e não com ficar rico.
    Precisamos de mais doidos como esse para curar o mundo.

    ResponderExcluir
  27. Valeu a pena ter estudado. Ganhou minha admiração

    ResponderExcluir
  28. muito gratificante ouvir uma história de amor ao próximo principalmente se serve de exemplo para tantos médicos frios que não vê Deus agir através de sua profissão!! parabéns

    ResponderExcluir
  29. Dr. Allan esse eu admiro, 👏🏻👏🏻👏🏻👏🏻

    ResponderExcluir
  30. Querido Dr Allan que o senhor te use como instrumento em suas mãos sinta se abraçado pela família Mirtes. Te amamos

    ResponderExcluir
  31. A crença na cura é uma tônica moderna nos meios espiritualistas com base em estudos da biologia celular. Muito tem se divulgado sobre o autoconhecimento e esse fator determinante da cura dita quântica. O uso de mantras, técnicas de meditação e afins são hoje modismos nos adeptos de terapias alternativas. Dito isso preliminarmente, quero enaltecer o Dr. Allan por uso de sua energia interior em beneficio dos necessitados da cura por Covid. No momento que inspira confiança total do paciente e se entrega de corpo e alma a socorrer um enfermo, denota sua integração plena com o ser maior do universo - DEUS. Que sua atitude seja um exemplo o a ser seguido por todos os demais profissionais que lutam pelo bem maior da humanidade nesta pandemia. Parabéns Dr Allan.

    ResponderExcluir
  32. Eu chorei em vê está história Deus mandou vc na hora certa no dia certo pra essa mulher ,Deus está precisando mas de nos pra da força pra essas pessoas que se encontram nessa situação, vc mostrou pra ela que todos nós precisar de esperança e fé ,Deus vai contínua trabalhando na sua vida e de todos nós

    ResponderExcluir
  33. Deus te abençoe poderosamente doutor, o mundo seria bem melhor, se existissem mais humanos, antes de serem profissionais, assim como o senhor. Deus te proteja e te guarde

    ResponderExcluir
  34. Meu Deus o que falar desse homem guiado por arcanjo Rafael o anjo da cura ,sem palavras o senhor é um soldado forte um combatente das forças malignas. Parabéns por sua humildade e humanidade. Deus te abençoe.

    ResponderExcluir
  35. Emocionante!!! Essa pandemia veio para evidenciar o que temos de pior, mas, também, o que temos de melhor. Os médicos desse mundão estão tendo muitas lições de humanidade, de compaixão e confio que saiam engrandecidos desses embates diários. Até os mais insensíveis. Muito estamos a aprender.

    ResponderExcluir
  36. É isso que está faltando, nos seres humanos! A compaixão e o entendimento que só Deus tem o controle dessa pandemia e de tudo que há nesse mundo, precisamos entender que Ele está nos dando uma oportunidade de sermos melhores.
    Quanto ao ser humano e profissional Dr. Allan só reforço as mensagens a cima, porque trabalhei muitos anos em hospitais ,onde tive a oportunidade de ver inúmeras ações que comprovaram a competência e a disponibilidade para ajudar pacientes.

    ResponderExcluir
  37. Se no dia 21 de Julho de 2020 estivesse vc com o pai do meu padastro talvez ele estaria com nós hoje mas tinha um desumano que se acha o melhor e duvidou e desafiou muito i nosso querido seu F.Só precisa de um médico humano igual vc ta sendo ele continue assim Dr.Allan pois é de médico assim que esses pacientes precisam

    ResponderExcluir

Informe da ALEMA