Compartilhe essa Notícia:


A redação do blog foi informada que o prefeito de Poção de Pedras, Francisco Pinheiro, em mais um ato de perseguição, pediu as chaves dos quiosques situados na Praça da Bíblia, em frente à Assembleia de Deus.

De acordo com fontes seguras, além do prefeito pedir a imediata desocupação, determinou também que não fosse realizado eventos nas circunscrições, como por exemplo, o bazar beneficente.

Desde seu projeto inicial, datado da segunda administração do ex-prefeito Dr. João Batista, pessoas vinculadas à referida igreja ficavam na responsabilidade de vender lanches e cuidar dos estabelecimentos. Afinal, é a única serventia que aqueles pontos têm!

Acontece que como os candidatos da oposição nas eleições 2020 são membros da igreja evangélica, e naturalmente recebeu expressivo apoio, o atual gestor – prefeito de ordens, juntamente com o prefeito de fato (o ex), estão impondo vingança e retaliação não somente à comunidade cristã, mas a tudo e a todos.

Se eles estão perseguindo assim o povo de Deus, o que dirá de seus próprios correligionários!

O blog fica à disposição para o direito de resposta da assessoria da Prefeitura

Fonte - Fernando Melo

⬇️⬇️ COMENTE AQUI ⬇️⬇️

1 Comentários

  1. Será que ele imagina que governar essa cidade pelo resto da vida? Pref. não persiga crente, pois é trabalhar em vão. Lembre-Se dessas palavras. DEUS É O NOSSO GENERAL!

    ResponderExcluir

Informe da ALEMA