Compartilhe essa Notícia:

Agente de saúde prepara injeção com dose da vacina indiana Covaxin na Índia

Em troca de fechar contrato com o Ministério da Saúde, uma distribuidora de vacinas alegou que foi pedido pelo governo federal uma propina de US$ 1, cerca de R$ 5, por dose, conforme apuração do jornal Folha de S. Paulo.

Luiz Paulo Dominguetti Pereira, o qual diz ser representante da empresa Davati Medical Supply, contou em entrevista à Folha que o diretor de Logística do Ministério da Saúde, Roberto Ferreira Dias, cobrou a propina em um jantar no restaurante Vasto, no Brasília Shopping, região central da capital federal, no dia 25 de fevereiro.

O diretor mencionado por Luiz Paulo foi escolhido para o cargo pelo líder do governo Jair Bolsonaro (sem partido) na Câmara, Ricardo Barros (PP-PR). Procurado pelo jornal, Dias não retornou as ligações.

O governo foi procurado para negociar com a Davati 400 milhões de doses da vacina Astrazeneca com uma proposta feita de US$ 3,5 por cada (depois disso passou a US$ 15,5).

“O caminho do que aconteceu nesses bastidores com o Roberto Dias foi uma coisa muito tenebrosa, muito asquerosa”, disse Dominguetti.

A negociação entre a empresa e o diretor de logística da pasta foi intermediada por Cristiano Alberto Hossri Carvalho, que se apresenta como procurador da empresa no Brasil e também aparece nas negociações com o ministério.

“Eu falei que nós tínhamos a vacina, que a empresa era uma empresa forte, a Davati. E aí ele falou: ‘Olha, para trabalhar dentro do ministério, tem que compor com o grupo’. E eu falei: ‘Mas como compor com o grupo? Que composição que seria essa?'”, contou.

“Aí ele me disse que não avançava dentro do ministério se a gente não composse com o grupo, que existe um grupo que só trabalhava dentro do ministério, se a gente conseguisse algo a mais tinha que majorar o valor da vacina, que a vacina teria que ter um valor diferente do que a proposta que a gente estava propondo”, afirmou à Folha o representante da empresa.

O representante ainda acrescenta: ​A eu falei que não tinha como, não fazia, mesmo porque a vacina vinha lá de fora e que eles não faziam, não operavam daquela forma. Ele me disse: ‘Pensa direitinho, se você quiser vender vacina no ministério tem que ser dessa forma”.

Questionado sobre os moldes do negócio, Dominguetti respondeu: Acrescentar 1 dólar”, disse sobre a ‘forma’ para a negociação ocorrer.

“E, olha, foi uma coisa estranha porque não estava só eu, estavam ele [Dias] e mais dois. Era um militar do Exército e um empresário lá de Brasília”, ressaltou Dominguetti.

Fonte - Istoé

⬇️⬇️ COMENTE AQUI ⬇️⬇️

17 Comentários

  1. Blogueiro esquerdista mais uma matéria tendenciosa, blog que é imparcial temos dois o do Sandro Vagner, e do Joaquim filho, esses sim tem credibilidade,

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Na falta de argumentos para defender o "mito", o gado bolsonarista apela para a velha prática de acusar a imprensa de ser esquerdista. Como se apenas as notícias que falem bem do presidente é que sejam as verdadeiras. Procurem outro subterfúgio para continuarem a lamber as bolas do seu político de estimação e parem de passar vergonha, seus acéfalos.

      Excluir
    2. Eu não consigo entender o por que dos viados não gostarem do bolsonaro?

      Excluir
    3. O uso do "por que" deveria ser junto e com acento (porquê). Mas eu consigo entender o erro, já que os bolsonaristas são conhecidos por serem pessoas desprovidas de inteligência. E esse em específico, ao que parece, tem alguns problemas não resolvidos com a sua identificação de gênero.

      Excluir
  2. Viram a fonte? kkkk

    ResponderExcluir
  3. Aqui é Brasil...país sem jeito.
    Não tô falando que o presidente tá ganhando algum com isso, mas quem tá lá levando lucro em cima da miséria aleia, é homem de confiança...ou tô errado!?
    Tirem suas conclusões, deixem essa história de esquerda ou direita de lado, e se o homem que tá no poder for bom ele leva de novo, porque quem escolhe o bom é o povo!

    ResponderExcluir
  4. Governo corrupto !
    Cheio de sangue suga do centrão.

    ResponderExcluir
  5. Tá na cara, os filhos são milicianos, é o mesmo que propina, só muda de nome.
    Bozo currupto!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Chora mortadela!
      Corrupção tem na "orcrim" do ladrão de 9 dedos.

      Excluir
  6. UE e no esse governo que muitos fala que não é corrupto? Apesar que todos são ainda não vi um chegar no poder pra ele (ela)não roubar ou melhor dizendo não ser corruptos até agora não nasceu esse se nasceu mais morreu eu tenho é nojo quando uma pessoa fala a fulano de tal nunca foi corrupto fulano é honesto se em política tem honestidade ai aí político pra mim pode colocar uma ruma toda numa balanço que pesa igual na corrupção mais fazer o que é Brasil rsrsrsrs

    ResponderExcluir
  7. TODOS SÃO CORRUPTOS, SÓ SE TROCA TUDO. SÓ SE VER FALA ESQUERDA E DIREITA, JÁ VIROU UMA BESTEIRA TREMENDA. SE O "Bolsonaro' GENOCIDA E O LÁ DA CHINA ELE É O Q?

    ResponderExcluir
  8. Ladrão bolsominios..

    ResponderExcluir
  9. O blogueiro nao vai postar

    ResponderExcluir
  10. Presidente, Senadores, Governadores, Prefeitos, Vereadores (direita ou esquerda, oposição ou situação)...sindicalistas e muitas outras classes que mexem com dinheiro, vão meter a mão Pq aqui é Brasil...sempre vejo nas eleições de tudo o cara falando mal da gestão, mas quando entra,faz o mesmo ou até o pior!
    E tenho dito.!

    ResponderExcluir