Compartilhe essa Notícia:

Matéus Croá, formado em medicina e exerce o cargo de vereador de Poção de Pedras


O Tribunal de Justiça do Maranhão  (TJMA) concedeu habeas corpus ao médico Mateus Dantas Silva, na madrugada desta quarta-feira (25). A decisão foi tomada pelo desembargador João Santana de Sousa, que respondia pelo platão judiciário.

Ainda segundo informações, o habeas corpus, que vale como alvará de soltura, chegou nesta manhã ao fórum compentente; Dr. Mateus Croá, como é mais conhecido no município de Poção de Pedras, onde exerce o cargo de vereador, já deve está em liberdade. O Blog do Carlinhos não conseguiu entrar em contato com o médico e seu advogado, Dr. Cristóvão Barros.

O desembargador pontuou que a decisão se deve ao fato do acusado ter bons antecedentes, ser réu primário, possuir residência fixa e ser concludente do curso de medicina.

“Aduz que o paciente é primário e de bons antecedentes, além de possuir residência fixa e exerce cargo de vereador do município de Poção de Pedras. Assevera, ademais, que o paciente é concludente do curso de medicina na Universidad de Aquino Bolívia, na cidade de Santa Cruz de La Sierra, além de haver concluído o internato no Hospital de Igarapé Grande- MA, conforme declaração.”

O habeas corpus ressaltou que o delito não foi cometido com uso de violência e que nenhum paciente consultado pelo médico apresentou problema de sáude decorrente de suas consultas.

“Na hipótese, constata-se que os crimes não foram cometidos com emprego de violência ou grave ameaça e, até o momento, não houve relatos de vítimas que sofreram risco à vida ou a saúde decorrente da prática delitiva imputada ao paciente.”

E por fim concedeu liberdade ao médico Mateus Croá.

“Esta decisão servirá como alvará de soltura/ofício para todos os fins legais, salvo se por outro motivo o paciente ser mantido na prisão. Requisitem-se informações ao Juiz de Direito da Vara Única da Comarca de São Luiz Gonzaga, no prazo de 05 (cinco) dias. Logo após, encaminhem-se os autos à distribuição para as providências de praxe.  Publique-se. Intime-se. Cumpra-se. São Luís/MA, data do sistema”, finalizou o Desembargador João Santa de Sousa, responsável pelo plantão judiciário desta madrugada.

Contribuiram na defesa  eminentes advogados, entre eles, Dr. Cristóvão Barros e Dr. Orleans Carvalho. 


Entenda o caso

Em uma operação conjunta da polícia civil e da polícia militar, Dr. Mateus Croá foi conduzido no último domingo (22), acusado de exercício ilegal da medicina, quando consultava pacientes no Hospital Municipal de São Luís Gonzaga do Maranhão. O mesmo tem formação recente em faculdade da Bolívia, porém, ainda não convalidou o diploma e portanto, trabalhava sem a devida autorização. No dia seguinte, durante a audicência de custódia, o juiz da comarca de São Luís Gonzaga do Maranhao, decretou prisão preventiva do médico. 

⬇️⬇️ COMENTE AQUI ⬇️⬇️

17 Comentários

  1. Se eu conheço o povo de Poção, o “Dr.” vai ser recebido com churrasco, foguetes, faixa na entrada da cidade e buzinaço. Ê meu Poção véi, onde as coisas estão invertidas.

    ResponderExcluir
  2. Bom dia, amigo CARLINHOS.

    A melhor matéria jornalística sobre o caso MATEUS, um jovem médico, ainda sem CRM, tratado por outros canais como se não tivesse formação profissional.

    Tudo uma questão burocrática, que deve ser cumprida, porque assim a lei exige, a inscrição no CRM.
    Os médicos formados no Brasil, na condição do dr. MATEUS, inscrevem-se diretamente no CRM - Conselho Regional de Medicina, mas, formados em faculdades fora do Brasil, a exemplo da UBA, na Argentina, a melhor da América do Sul, necessitam fazer um rigoroso processo seletivo denominado REVALIDA, para inscreverem-se no CRM.

    A Presidente DILMA ROUSSEFF, ao seu tempo, baixou Medida Provisória, que autoriza médicos sem CRM, como o Dr. MATEUS, cumpridas algumas outras formalidades, a trabalharem em território nacional.

    Registro que a Polícia cumpriu seu papel, muito embora entenda que pesou a mão na tipificação delituosa, mera falsa identidade, punida com multa, foi colocada como falsidade ideológica, de maior gravidade, mas tudo está sendo esclarecido.


    Parabenizo a notícia. Parabenizo meu amigo Dr. MATEUS e sua família pela vitória de ter conseguido formá-lo médico competente, e que irá cumprir as formalidades exigidas em lei, a exemplo de tantos outros, e cuidar de nosso povo, sem qualquer restrição.

    Abraços aos leitores do Blog!

    Cristovao Barros

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, qualé Dr. Cristovão!!!

      Excluir
    2. Código Penal - Decreto-Lei nº 2.848, de 7 de dezembro de 1940

      Excluir
    3. Dr.Cristóvão, entendo sua posição em querer defender seu cliente, mas me diga uma coisa, um colega seu de faculdade que terminou o curso de Direito com Vossa Excelência, mas nunca passou na OAB, pode ser chamado de Advogado ? Ou melhor, esse mesmo colega, sem OAB, mesmo com todo conhecimento poderia defender o Mateus nos tribunais?

      Excluir
    4. Amigo,
      Você tem razão pelo lado estritamente legalista.
      Mas, imagine a seguinte situação: Dr. Mateus se depara com um semelhante, sob ataque cardíaco, pulmonar ou outro qualquer, para os quais estudou e tem conhecimento técnico para salvar aquele ser humano, mas se recusa por não ter CRM. Seria preso em flagrante delito por crime de omissão de socorro. Teria o dever de salvar aquela vida, o compromisso médico e feito na formatura, bem antes de inscrição no CRM já tem o dever de fazer aquele socorro médico.
      O que diria a comunidade, diante de tal recusa?

      Inscrição Conselhos profissionais é bem vinda, por eles se tem uma melhor fiscalização dos profissionais, porém o pau que dá em Chico, dá em Francisco. Que todos os profissionais sejam submetidos às mesmas exigências.

      Excluir
  3. Se não tem crm não pode clinicar. Ou seja, crime.

    ResponderExcluir
  4. Justiça feita👏👏👏👏 Se formou em medicina na Bolívia entao é medico verdadeiro, não pode ser chamado de falso medico, como alguns blogs noticiaram.
    Vale dizer que é burocracia esse revalida, pq não fazem p todos inclusive os médicos formados no Brasil os? Se os médicos formados aqui no Brasil fossem fazer revalida quase nenhum passava.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A verdade que já fizeram um teste assim, e a aprovação dos formados no Brasil foi acima dos 60%, enquanto que a taxa de aprovação no revalida não chega a 10%

      Excluir
  5. Apesar de ser formado em medicina é necessário que se cumpra alguns requisitos para exercer a profissão.
    A lei deve ser cumprida em sua integralidade. A questão não diz respeito a competência dele enquanto médico, mas versa sobre o exercício ilegal da profissão.
    Sendo sim crime exercer uma profissão sem estar devidamente habilitado para tal.
    Uso de documento falso é crime. Se formação em medicina fosse o único critério ele não teria sido preso e não iria responder a um processo.

    Crime é crime, pode tentar justificar mãe não deixa de ser crime. Desejo que ele consiga regularizar sua situação para exercer a tão sonhara profissão da forma correta!








    ResponderExcluir
  6. A prova do Revalida tem critérios rigorosos sim. Mas quem vai para outro
    país já vai sabendo disso, todos tem consciência.
    Sabem que para exercer a profissão no Brasil e necessário cumprir os requisitos exigidos em lei caso contrário crime.
    O problema é que as pessoas procuram sempre o jeito mais fácil.

    ResponderExcluir
  7. Lula Esperantinópolis25 de agosto de 2021 15:03

    Dr. MATHEUS FOI VÍTIMA COMO TANTOS OUTROS MÉDICOS FORMADOS NO EXTERIOR, SOU TESTEMUNHA DA SUA LUTA, DA SUA DEDICAÇÃO CONTRIBUINDO NESSE MOMENTO DE PANDEMIA, POR SER FORMADO NO EXTERIOR DR. MATHEUS FOI VÍTIMA DE VEÍCULO DE COMUNICAÇÃO QUE PROPAGA INVERDADES, A PALAVRA FALSO MÉDICO TEVE O INTUITO DE PREJUDICAR A IMAGEM DO PARLAMENTAR E MÉDICO PELO QUAL EXTERNO O NOSSO RECONHECIMENTO!

    ResponderExcluir
  8. Censurar comentário é foda, se fosse ao menos comentários obscenos, xingamentos, agora censurar a liberdade de opinião por falar a verdade, só porque a família que pagou a matéria não vai gostar, é lamentável.

    ResponderExcluir
  9. Acho engraçado que ele sem o Revalida é médico, e vejo muitas pessoas sem OAB que não são advogados… Poção de Pedras pra ter baba ovo kk

    ResponderExcluir
  10. Primeiro, o Dr. Mateus poderia estar estudando, para passar no Revalida. Não tem razão nenhuma. O Dr. Cristóvão o tirou da Cadeia, mas não o absolvirá.

    ResponderExcluir
  11. Já pensou se fosse liberados, como seria nossa saúde, essas faculdades de Bolívia, Paraguai, Cuba, etc. , são mais fracas do que qualquer escola interiorana. Ninguém queria estudar mais, era só correr pra esses países, e nós iríamos morrer nas maos de muitos semianafalbetos!

    ResponderExcluir
  12. Dr: não, falso médico

    ResponderExcluir