Compartilhe essa Notícia:

Atualizada às 6h desta segunda-feira para acréscimos 

Sargento Aurélio 

Notícia triste que surpreendeu e consternou os moradores de Poção de Pedras/MA na noite deste domingo (20).

O policial militar Kleber Aurélio dos Santos, conhecido como Sargento Aurélio, 55 anos foi encontrado sem vida por volta das 20h40 em sua residência, localizada na Rua São Sebastião (Rua das Cancelas), Centro de Poção de Pedras. Ao lado do corpo estava a arma de trabalho do policial. 

Um grande número de pessoas se formou à frente da casa para acompanhar o trabalho da polícia. A investigação da polícia civil vai esclarecer as circunstâncias da morte.

Vídeo 

Suspeita que o PM, muito conhecido e querido na cidade, sofria de depressão e a doença o levou a tirar a própria vida, porém trata-se de uma hipótese. 

O Blog conversou com uma pessoa que esteve na casa do Sargento minutos depois do trágico ocorrido. 

"Um cara gente boa, pacato, eu estava com o cunhado dele em um bar; o cunhado saiu, mas logo depois a história chegou que o Sargento tinha morrido; fiquei pasmo e fui até lá, e fui um dos primeiros a chegar na casa dele; corpo no chão e a pistola do lado, cena muito triste", disse o senhor conhecido como "Café do Molho."

O 2º Sargento Kleber Aurélio dos Santos entrou na PM em 1992, pertencia ao 39º BPM de Lago da Pedra e era lotado no DPM de Lago dos Rodrigues. Ele deixa esposa. O blog se solidariza com familiares, amigos e colegas de farda. Nossos sinceros sentimentos.

Sargento Aurélio 



Ambulância chega na casa para remoção do corpo às 22h, mas os profissionais foram orientados a aguardar a perícia vinda de Timon. 

⬇️⬇️ COMENTE AQUI ⬇️⬇️

5 Comentários

  1. Até agora não se sabe o que motivou a morte só se sabe que o policial que presta serviço em Lago dos Rodrigues tinha trocado de carro por ter pego tiro no seu veículo há pouco dias

    ResponderExcluir
  2. No momento sua esposa estava na casa ao lado (parentes), quando obsevava tudo pela câmera do celular e no momento do tiro ele tava fora do alcance do circuito de câmera ela ouvi o tiro e correu pra lá

    ResponderExcluir
  3. Ele teve uma breve discussão doméstica, a esposa saiu da casa e foi para casa da mãe que fica próxima, mas como a casa é toda monitorada por câmeras, a esposa ficou acompanhando os movimentos do marido pelo celular. Ele se levantou e se dirigiu para um local da casa onde não era monitorado por câmeras. A esposa não conseguiu ve-lo mais quando ouviu o disparo correu de volta pra casa e encontrou o marido morto e a arma do lado. Ela entrou em pânico.

    ResponderExcluir
  4. Mário Júnior Repórter21 de março de 2022 05:46

    Até às1 hora da madrugada desta segunda-feira o corpo ficou esperando no local a perícia vinda de Timon.

    ResponderExcluir
  5. Poção tem um triste histórico de suicidios, lamentável

    ResponderExcluir