Compartilhe essa Notícia:


Nenêm Totó acabou "cancelado" pelo povo


O vereador Nenên Totó nem sentou na cadeira de presidente da Câmara de Esperantinópolis e já amarga a primeira grande manifestação de repúdio e revolta contra ele e os demais vereadores de oposição.


Numa tentativa de usar e jogar algumas pessoas que fizeram o concurso público municipal em 2015 contra o prefeito Aluisinho, quase prejudicaram centenas de zelosos servidores municipais contratados da Prefeitura. Ontem, na segunda-feira (11), esses servidores, apoiados por familiares, amigos e populares, foram para as ruas em um grande ato contra os vereadores que tentaram votar contra o interesse dessas famílias.

Amedrontado com tamanha repercussão e revolta, os vereadores recuaram e agora dizem que voltarão no projeto do prefeito Aluisinho.


 

Vídeo da manifestação 


Entenda mais no post do jornalista Nilton Lee.

Uma manifestação gigantesca com muita gente carregando faixas e cartazes com frases chamando atenção para o maior problema que os esperantinopenses estão vivenciando no momento, que é a possibilidade de perder seu emprego e os serviços públicos pararem de funcionar.

Logo no início da tarde de segunda-feira, dia 11, as pessoas foram chegando aos poucos no Terminal Rodoviário, onde foi marcada a concentração da manifestação, e logo depois uma multidão se formava nos arredores, e de lá partiram, a pé, de moto, de carro, de bicicleta, chamando a atenção da população e por onde passava recebia o apoio de quem assistia ao movimento.

Organizada pelas pessoas afetadas com a medida, a movimentação teve muita adesão e transcorreu de forma pacífica. “A gente quer demonstrar nossa união, pois se perdermos nossos empregos, os serviços públicos vão parar e até o comércio vai sofrer um grande prejuízo”, disse um dos organizadores.

Os manifestantes gritavam palavras de ordem e protesto contra os vereadores oposicionistas e pediam pela manutenção dos servidores contratados pela Prefeitura de Esperantinópolis, num movimento nunca visto antes na cidade, neste sentido.

Entenda o caso

Na última quarta-feira (06) foi enviada à Câmara Municipal de Esperantinópolis um Projeto de Lei de iniciativa do prefeito Alusinho requerendo análise e aprovação de Lei para contratação temporária de excepcional interesse público. A matéria não obteve aprovação por parte dos seis vereadores que hoje compõem a bancada de oposição no município, o que culminou com pedidos de vistas por parte dos parlamentares governistas, temendo que o mesmo fosse desaprovado pelos colegas de oposição.

Com a não aprovação do PL, o município não pode contratar servidores para preencher vagas em várias áreas do serviço público municipal, levando a paralisação de muitas atividades e o descontentamento de centenas de servidores contratados, que perderam seus postos de trabalho.

A argumentação dos vereadores oposicionistas é que a administração precisa chamar excedentes de concurso público realizado no Município, mas a gestão se contrapõe a isso ressaltando que recorreu na justiça e que o município não teria suporte financeiro para atender a essa demanda.

Situação atual

Na noite do último domingo (10), o ex-prefeito de Poção de Pedras, Júnior Cascaria, pré-candidato a deputado estadual, ladeado por quatro dos seis vereadores da oposição, postou um vídeo nas redes sociais, reconhecendo o equívoco, garantindo que, após as vistas do PL, a bancada votará a favor da matéria.



Mesmo assim, os organizadores mantiveram a manifestação, que já vinha sendo programada, e o resultado foi as ruas de Esperantinópolis lotadas de gente, fazendo ou apoiando os protestos dos servidores (ou ex-serevidores).


Mais fotos 





⬇️⬇️ COMENTE AQUI ⬇️⬇️

29 Comentários

  1. Talvez o blogueiro de forma proposital tenha colocado os vereadores como boi de piranha esquecendo de quem está por trás de tudo isso, que é o Ex-Prefeito de Poção Júnior Cascaria que chegou em nossa cidade recentemente comprando vereadores de índole duvidosa, tentando serem pedras no sapato do Prefeito Aluisinho, vejam o resultado do efeito reverso pois o tiro saiu pela culatra. Aqui não admitimos curral eleitoral e nem negociatas, o povo é maior!

    ResponderExcluir
  2. Revoltados e com total razão

    ResponderExcluir
  3. Se eu fosse. Desses vereadores eu não votaria mais no projeto de lei pra contratar já q eles fizeram esse protesto, tava tudo certo já pra aprovar! Então, pq ainda tiveram q fazer isso? Outra coisa.... Chame os excedentes, prefeito covarde, assim vc não passa por tanto perrengue.!!!?

    ResponderExcluir
  4. Mas mesmo assim viva cascaria ele quem manda em Esperantinópolis

    ResponderExcluir
  5. CADA. ESTADO. E CIDADE... TÊM. ÓS REPRESENTANTE. QUÊ MERECE...... NAS PRÓXIMAS ELEIÇÕES....PARA PREFEITO VOTEM . NELES . DÊ NOVO ..... PROQUE. ÓS POLÍTICOS BANDIDOS

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ladão só fica no poder pq o povo quem coloca

      Excluir
  6. Na nosso Cidade Td besta é vereador

    ResponderExcluir
  7. esse nenê toto e um mala da iludido com a promessa de ser prefeito que o cascaria fez por ele, por isso passou por cima dos interesses da população, ja os outros são simplismente mercenario e igual galinha por milho não pode ver um trocado que cai de boca, esse estão bem preocupados com a população não ver o que acontece em poção de pedras.

    ResponderExcluir
  8. Engaçado esses vereadores que mal sabem escrever os próprios nomes. Assisti os vídeos publicados pelos mesmos e de dez palavras que eles falam, cinco são erradas. Brasil, pátria educadora.

    ResponderExcluir
  9. A situação é complicada ..sou excedente deste último concurso...e estudei pra caramba pra passear... Não é de agora que esta questão está na justiça...desde de 2019 que a justiça ordena a prefeitura chamar os excedente que teem direito na posse... Eu ficaria muito feliz se o nosso prefeito reconhecesse que também temos direito e família....
    Se ele estivesse feito isso desde que a justiça ordenou, este momento tão difícil e doloroso não estaria acontecendo com nosso povo....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. você estudou muito pois precisa estudar ainda mais pra pelo menos a prender a escrever.

      Excluir
  10. Esse dai er outro ray silva da vida ta dispachado

    ResponderExcluir
  11. Tudo isso acontecendo na cara da justiça, do Ministério Público.
    Quando será que a Constituição Federal, será cumprida nessa cidade, pelos gestores públicos?

    ResponderExcluir
  12. A maioria que passou no concurso de esperantinopolis. Foi o pessoal de fora. Por isso que esse prefeito de meia tigela não quer colocar os excedente do concurso

    ResponderExcluir
  13. Isso mesmo que o povo tem que fazer ,se unir,ir as ruas e protestar ... 👏🏼👏🏼👏🏼👏🏼

    ResponderExcluir
  14. O povo de poção deveria fazer o mesmo

    ResponderExcluir
  15. Se todos tomam gosto e isso vira moda ,aí sim mostraram para os políticos quem tem o poder !

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vrdd eles estão lá foi pq o eleitor elegeu e o mesmo eleitor tem o poder de tirar!

      Excluir
  16. Esses protestos ai é só pra gastar gasolina e perder tempo pq tão reclamando da gestão que eles mesmo elegeram, ai faz toda essa comoção e depois o povo pega e vota em candidato ruim de novo

    ResponderExcluir
  17. Vota nele de novo kkk

    ResponderExcluir
  18. Eu voto cascaria e Lahésio Bonfim.

    ResponderExcluir
  19. A intenção dos vereadores talvez não seja as melhores possíveis. Mas o último concurso foi em 2015. Se a atual gestão não concordou com o concurso, por não anulou e abriu outro? Alega que a prefeitura não tem aporte financeiros para isso. Mas o número de contratados é muito maior que ia aprovados no concurso de 2015. Há anos vem sempre contatando alegando excepcionalidade. Mas qual é o principal objetivo. Fazer da prefeitura cabide de emprego em troca de votos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso acontece em cidades pequenas, tá aí ,uma maneira dos políticos se garantirem MS quatro anos ... trocando um emprego de $400 pelo voto.

      Excluir
  20. Parabéns a esse povo aguerrido de esperantinopolis..esse cascafora ja era ja deu..acabou cm pocao de pedras..falta hospital saúde.. educação.estradas..nao tem nada..

    ResponderExcluir
  21. Vejo muitos parabenizando os contratados por manifestarem sua revolta, certo ! Todos temos nosso direito de manifestação é constitucional, mas devemos lembrar também que temos os excedentes, pessoas que estudaram noites e noites, em busca de um sonho ! Assim como os que possuem contrato, necessitam do trabalho para levar seu sustento, também nós os excedentes aguardamos o tão sonhado edital de convocação, por isso senhoras e senhores, não condenem quem realmente lutou por sua vaga, não temos nada a ver com picuinhas políticas, queremos apenas o que é nosso de direito.

    ResponderExcluir
  22. Isso é uma vergonha para os políticos e para a justiça, isso tudo que acontece ai é inconstitucional , muito destes que fala que é contratado nunca sequer assinou um contrato isso é uma compra de voto na verdade. E outra não existe essa que municipio nao tem condições de manter uma demanda de funcionários que precisa. Falta vergonha pra todo mundo, prefeito vereadores e principalmente pra justiça por deixar correr froxo projetos incostitucional. A pergunta que fica é. Fazer concurso pra que? Pra estudar passar por pura competência e depois ficar vendo seu lugar sendo substituído por muitos que nem de estudar gosta. Por tanto o que tem prevalecido ai não é justiça é fraude mesmo. Revoltante e vergonhoso

    ResponderExcluir
  23. Em cidade pequena não, isso acontece ai no nordeste aqui no sudeste e sul do país nao acontece essas falcatruas

    ResponderExcluir