Compartilhe essa Notícia:

Nesta quarta-feira (06), aconteceu mais uma sessão ordinária na Câmara Municipal de Pedreiras, que segue sendo realizada no auditório do Parque João do Vale. 

A vereadora da base de oposição, Katyane Leite (PTB), adentrou firme no tema da última sessão tumultuada realizada na semana passada, em que uma multidão que estava na galeria praticamente expulsou os vereadores da Câmara, após os edis da base governista aprovarem as PLs que aumentaram os impostos previdenciários para servidores Municipais ativos, aposentados e pensionistas. 

Katyane explicou que não apareceu naquela sessão em virtude de representar Pedreiras em várias pautas junto ao Governo do Estado em São Luís; ainda assim, fez uma manifestação contra a aprovação das PLs em sua rede social no dia anterior a votação, replicada em blogs. 

Em seu discurso de hoje, a vereadora afirmou que a assessoria jurídica do Governo Municipal aplicou um golpe para cima dos servidores e chegou a fazer uma manifestação na noite anterior da aprovação. 

Katyane acusou a Assessoria Jurídica do Município de postergar para que o prazo estivesse próximo do vencimento e, dessa forma, entrasse com um pedido de urgência para que fosse aprovado rapidamente, impossibilitando um cenário mais justo com escutas popular, audiência pública e outras discussões.

"É lamentável que o poder executivo venha agindo de forma antidemocrática, fazendo da Câmara uma blindagem para suas manobras. A assessoria jurídica do município, que é muito bem remunerada, usa de estratégias de deixar aproximar o fim de um prazo para colocar a pauta como um projeto de urgência para ser votado, jogando toda a responsabilidade para a Câmara de Pedreiras", disse Katyane Leite. 

"Enviaram para esta casa os dois projetos já prontos, não fizeram nenhuma escuta e nem conversaram com a população. Aumentaram as alíquotas e este é um golpe aos cidadãos pedreirenses", continuou.

Logo após o tumulto ocorrido na câmara, Katyane lembrou que foi chamada para uma rádio para com outros convidados discutir em uma mesa redonda o assunto, mas em sua visão não havia mais utilidade em pontuar essa discussão, uma vez que o projeto já estava aprovado e que mesas redondas eram para terem ocorrido antes da aprovação. 

Em vários momentos Katyane Leite lamentou que a Câmara Municipal passasse pelo constrangimento que sofreu em vista da submissão ao governo da prefeita Vanessa Maia. 

Assista ao discurso de Katyane Leite na íntegra no vídeo. 

⬇️⬇️ COMENTE AQUI ⬇️⬇️

16 Comentários

  1. Essa sim representa o povo, enquanto os outros acham que estão ganhando, com as mãos meladas de R$, ao mesmo tempo, também estão perdendo, por que ale nenhum representa o povo,não ganha mais de jeito nenhum, o povo tá aprendendo!

    ResponderExcluir
  2. 6 por meia duzia, e eu como servidor q não fui representado pelos q estavam muito menos por quem falta na sessão…de lascar essa Pedreiras

    ResponderExcluir
  3. Essa mulher vai longe na política podes crer, nossa futura prefeita de Pedreiras, inteligente e sensata, essa sabe o que diz

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo! essa sim é mulher de respeito.

      Excluir
  4. Essa mulher tem meu Respeito na vida pública 👏👏👏👏👏🙏🙏

    ResponderExcluir
  5. Na minha opinião essa vereadora quer tirar proveito em cima da carniça, quer aparecer como a boa samaritana.
    Tenho um ponto a esclarecer nobre vereadora: é sabido por todos que os projeto foram protocolados naquela casa de ( corruptos) na semana anterior da sessão que foi apreciada. Porque a senhora não informou aos servidores que eram os principais interessados e prejudicado sobre tal projeto. Voce não tinha conhecimento da existência deles?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É por causa de gente desinformada assim que o Brasil está do jeito que está. Os projetos foram lidos em plenário no mesmo dia do recebimento e encaminhado as comissões. É só assistir a sessão do dia 23 de abril no canal da câmara no YouTube.

      Excluir
  6. Katyane Leite essa merece o nosso apoio.

    ResponderExcluir
  7. É de mulher topada assim que o povo precisa

    ResponderExcluir
  8. Essa veriadora e dura

    ResponderExcluir
  9. Mulheres avante👏 ❤️

    ResponderExcluir
  10. Projeto desumano, para os aposentados que tem um custo de vida alto, principalmente com medicação, ela afundou de vez sua vida politica e a de seu marido, toda vez que os aposentados receberem seus proventos vão lembrar da maldade feita pela prefeita e por esses asseclas vereadores, todos eles vão ser varridos da câmara.

    ResponderExcluir
  11. muito estranho ela estar ausente justo no dia da votação.. parece até que ela inventou esses compromissos apenas pra ter a narrativa de que "só não votou contra o PL porque não estava no dia"

    ResponderExcluir
  12. Se não havia mais utilidade a discussão "em mesa redonda", vale em sessão da Câmara? Qual a diferença, se é posterior à aprovação da lei? Me parece incoerente, ou está jogando pra plateia, ou achando que está faltando pra trouxas.

    ResponderExcluir
  13. Ao meu entender a fala da vereadora é de alerta aos colegas, para não mais aceitarem estes projetos de urgência sem uma análise aprimorada. E a TRIBUNA da CÂMARA é o lugar ideal para um vereador se pronunciar. Fez certo a vereadora.

    ResponderExcluir