quarta-feira, 13 de abril de 2016

O Esquartejador de Pedreiras se entrega a polícia


Toinho  Picadinnho 
No meio da manhã desta quarta-feira (13), José António de Sousa, o Toinho, 20 anos de idade, se apresentou a 14ª Delegacia Regional, sediada em Pedreiras (MA), acompanhado de sua mãe. Toinho é acusado de participar do assassinato e esquartejamento do adolescente Manoel Messias da Silva, de 14 anos de idade, ocorrido na noite da última segunda-feira.  Em depoimento a polícia, ele confessou o crime. Toinho foi denunciado pelo comparsa, o menor W. S. G. de 16 anos, apreendido ontem à tarde, no local, onde o corpo foi esquartejado. Os dois autores do crime que chocou a região estão sendo ouvidos neste momento pela polícia. Toinho ficará preso em decorrência de um mandato de prisão expedido contra ele por conta deste crime. As facas usada para o esquartejamento foram entregues a polícia. O crime aconteceu em uma casa localizada no Bairro do Diogo e o corpo do adolescente foi esquartejado em uma área de difícil acesso, próximo a Rua Três do Parque Henrique, em Pedreiras. 
Mais detalhes do crime, em continua...

Polícia desvenda em menos de 10 horas o crime que chocou Pedreiras e região

Crime monstruoso em Pedreiras – Corpo de adolescente é encontrado esquartejado

Mais informações sobre a carnificina que aterrorizou Pedreiras nesta terça-feira

Vídeo registra o momento em que a cabeça do adolescente esquartejado é encontrada em Pedreiras

3 comentários:

  1. Esse cidadão desumanizou-se, virou uma fera sanguinária e como tal deve ser excluído para sempre dá sociedade.

    ResponderExcluir
  2. Manda esse e infeliz para as pedrinhas lar que é o lugar dele esse maldito. Merece é ser linchado. O melhor lugar para ele é nais pedrinhas.

    ResponderExcluir
  3. Manda esse e infeliz para as pedrinhas lar que é o lugar dele esse maldito. Merece é ser linchado. O melhor lugar para ele é nais pedrinhas.

    ResponderExcluir