sábado, 4 de maio de 2019

Professores de Pedreiras terão matrículas unificadas. Projeto aprovado pelos vereadores

Vereadores de Pedreiras durante a sessão da última sexta-feira (3) 
O professor que tiver mais de uma matrícula na rede municipal de ensino, terá que optar por uma apenas. Diante da polêmica, o prefeito de Pedreiras, Antônio França, enviou à Câmara, um projeto, que unifica as matrículas, com isso, os servidores da educação não serão prejudicados.

O projeto, que estava com as comissões, voltou na última sexta-feira (03) ao plenário e foi aprovado por todos os vereadores, na sessão de ontem.

A presidente do SINDSEP, Ana Roberta, ficou satisfeita com a aprovação do Projeto de Lei e agradeceu a todos os vereadores que se preocuparam com a situação dos professores. “Dessa forma os servidores não irão perder uma das matrículas, haja vista, que emprego, hoje, está tão difícil. Eles passaram em concurso público e já estão trabalhando durante 10 anos, 17 anos ou até 20 anos, e outros até aposentados, recebendo notificação. Os servidores tem duas matrículas de 20 horas, unificada, vão continuar trabalhando os dois horários.” Disse a presidente.

Professores de Pedreiras durante a sessão na Câmara

Relator de uma das comissões, o vereador Jotinha disse por que o Projeto de Lei só entrou hoje (03) em pauta. “Como não deu tempo de colocar o Projeto em pauta, devido o feriado, mas, hoje, pedimos que fosse colocado, tendo em vista que os professores já foram notificados, eles tinhas um prazo para aprovação desse projeto, foi aprovado o parecer e em seguida, aprovado as indicações dos cargos dessa classe que tanto merece, que tanto sofre“. Finalizou.

Veja o Projeto de Lei aqui
Ana Roberta Presidente do SINDSERP/

Redação e Fotos por: Sandro Vagner

5 comentários:

  1. percebe-se o tamanho do interesse sobre a pauta do assunto só vendo q alguns vereadores estão fazendo uso do telefone celular kkkkk é mto empenho

    ResponderExcluir
  2. Lago da Pedra faz é tempo que o prefeito já fez isso, com essa medida sobre acúmulo de cargos os professores que tinha três vínculos estão seguros

    ResponderExcluir
  3. Engraçado, tanto o legislativo quanto o executivo de Trizidela do Vale não fizeram esboço nenhum no sentido de pelo menos tentar ajudar alguns professores que estão nessa situação, por sinal, um dos melhores professores de matemática de Trizidela corre esse risco.

    ResponderExcluir
  4. Querem acabar com essa farra se tiver servidores do estado com acumulo e so denunciar na ouvidoria do estado no site da seduc que eles vai perder uma matricula antes dessa unificacao ou seja vc tem o poder de barrar isso porque muitos professores precisam tambem .

    ResponderExcluir

  5. Anônimo4 de maio de 2019 15:11
    Deixo algumas perguntas ao educador Cícero Queiroz:
    1°) Se são Educadores,o que custava ter lido nossa constituição e saber que acumular cargos é ilegal?
    2°) Quantos Maranhenses formados e com conhecimento tiveram que abandonar sua terra natal por falta de oportunidade?
    3°) Conhece algum educador com tal perfil com seus filhos em escolas públicas?
    4°) Conheço professores que tem apenas 2 matrículas e nunca trabalharam>O senhor sabia?
    5°) Os filhos de quem não não tem tamanho benefício está prejudicado

    Responder
    Respostas

    Anônimo5 de maio de 2019 11:08
    Concordo plenamente. Quando é para defender os seus, esquecem a constituição e a lei.

    Responder

    Anônimo4 de maio de 2019 15:17
    Meu caro,és mesmo um educador?Conhece a constituição brasileira?Já ouviu falar na quadrilha do giz?O que é ilegal é ilegal,não tem outra explicação.Tenho 20 horas no estado,20 do município.Sou de Lado Da Pera e conheço professores nessa situaçã.Sabe o que eles fazem?Botam seus filhos em Teresina,São Luís e arrebenta a vida dos coitados que não podem pagar.

    Responder

    ResponderExcluir