quinta-feira, 2 de maio de 2019

Repórter de Pedreiras faz outra oração na cabeça de preso, dessa vez acusado de assédio sexual


Josiel Oliveira de Sousa se ajoelhou e pediu perdão para as vítimas.
No último sábado (27), Pedreiras presenciou sua programação de 99 anos com um show gospel no Largo do Goiabal. Apesar do culto ter ocorrido conforme o esperado, a Polícia Militar conduziu um homem identificado como Josiel Oliveira de Sousa, preso por molestar várias mulheres no evento. Segundo informações das vítimas, o acusado esfregou suas partes íntimas em várias moças, além de ter mostrado seu órgão genital.

Hoje (1), o repórter Jorge Henrique, da TV Ouro Vivo, teve a oportunidade de entrevistar o acusado, de 46 anos. "Em primeiro lugar, bom dia. Meu nome é Josiel Oliveira Sousa, mas sou conhecido como Léo. Estou aqui para pedir desculpas, porque naquele momento eu não estava em mim, naquela noite eu tinha bebido um litro de BlackStone, 17 copos de cerveja e dois cigarros de maconha, eu estava um zumbi.", essas foram as palavras de Josiel, negando ter qualquer tipo de lembrança sobre os assédios. 

O homem concordou que não se deve colocar total culpa nas bebidas e maconha, e afirma que está disposto a responder pelos seus atos. Ele também deixou claro que sente vontade de pedir desculpas pessoalmente para todas as vítimas. "Eu queria me encontrar com elas, me ajoelhar aos pés delas e pedir desculpas, se possível até chorar. Eu sei que isso é sério e estou muito arrependido.", disse.

Josiel afirmou que atualmente mora com uma companheira, que ao ser informada do crime, o agrediu. Ele também possui quatro filhos.

No final da entrevista, o repórter Jorge Henrique mais uma vez realizou uma oração com um acusado, ato que ele já havia realizado dias atrás com Antônio Nelfran da Silva, preso em flagrante por furtar produtos numa mercaria de Joselândia. A atitude do repórter repercutiu muito nas redes sociais. (Confira: http://www.carlinhosfilho.com.br/2019/04/reporter-de-pedreiras-faz-oracao-com.html)


"Eu nunca mais vou para um festa alcoolizado, e nem vou mostrar meu órgão sexual para outras mulheres, a não ser para a minha. Eu vou respeitar as mulheres e agir como um cidadão de bem. A cachaça, droga, whisky acabaram, a maconha morreu. Em nome de Jesus me arrependo.", foram as palavras do repórter repetidas por Josiel. 

Confira a entrevista na íntegra logo abaixo. 


8 comentários:

  1. Eu não sei quem é mais sem vergonha ,se é esse repórter ou esse maconheiro.

    ResponderExcluir
  2. KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

    ResponderExcluir
  3. Reporte santo kkkkkkk
    Esse mundo gospel tá cada vez mais pra frente.

    ResponderExcluir
  4. Esse repórter está querendo alguma coisa... meu caro, não te mete onde com esse povo, não dá ti. Sem mais!

    ResponderExcluir
  5. O teu tá guardado safado...e esse repórter deveria ter um pouco de sensibilidade e não fazer papel de ridículo nas suas reportagens futuras.

    ResponderExcluir
  6. Interessante se o reporter metesse a mão no cara ou xingasse o sacana, iriam acusa'lo agorá que ele dá só uma lição de moral e trata o cara como gente condenam ele vai rntender

    ResponderExcluir
  7. Bela iniciativa, repórter, melhor falar e pregar a palavra de Deus, do que ficar desdenhando das pessoas quando são presas ou detidas . O q a grande maioria dos repórteres fazem, ficam fazendo deboche da cara das pessoas.
    Tá certo rapaz falar de Deus sempre e bom.

    ResponderExcluir