sábado, 4 de maio de 2019

“Senhores deputados estaduais, façam alguma coisa pelos professores”, clama Cícero Queiroz


42 deputados estaduais tomaram posse na Assembleia Legislativa do Maranhão no dia 1º de fevereiro de 2019 

O educador natural da cidade de Pedreiras (MA), Cícero Queiroz, usou seu perfil do Facebook para fazer um retumbante alerta para o massacre dos professores maranhenses no caso que ficou conhecido como “Acúmulo de Cargos.” O educador pedreirense chama atenção para o fato que milhares de professores devidamente concursados, com três matrículas, boa parte há mais de duas décadas de pleno exercício do magistério, estão sendo pressionados para abandonar um dos empregos. Cícero Queiroz clama o envolvimento dos deputados estaduais em favor dos educadores. Leia



“Quero chamar a atenção de todos os professores da Rede Estadual e Municipal.

Muitos colegas foram intimados por possuírem 03 matrículas, duas do estado e uma do município ou duas do município e uma do estado. Depois de muito tempo vem essa cobrança, caso em que os colegas já tem 20, 25 e até 27 anos de serviço e está na iminência de perder. Tudo pra prejudicar os professores.

Quero chamar a atenção dos Deputados estaduais para que façam alguma coisa, o Prefeito de Pedreiras já tomou uma decisão sábia , unificou as matrículas de quem tem duas.

Senhores Deputados, solicitem que o senhor Governador Flávio Dino também faça o mesmo por medida de urgência, ele pode fazer isso e não permitir que milhares de professores percam um ou mais emprego, como se 60 horas não já fosse nossa labuta a muitos anos. Esperamos uma resposta do Legislativo, os representantes do povo.”


9 comentários:

  1. Deixo algumas perguntas ao educador Cícero Queiroz:
    1°) Se são Educadores,o que custava ter lido nossa constituição e saber que acumular cargos é ilegal?
    2°) Quantos Maranhenses formados e com conhecimento tiveram que abandonar sua terra natal por falta de oportunidade?
    3°) Conhece algum educador com tal perfil com seus filhos em escolas públicas?
    4°) Conheço professores que tem apenas 2 matrículas e nunca trabalharam>O senhor sabia?
    5°) Os filhos de quem não não tem tamanho benefício está prejudicado

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo plenamente. Quando é para defender os seus, esquecem a constituição e a lei.

      Excluir
  2. Meu caro,és mesmo um educador?Conhece a constituição brasileira?Já ouviu falar na quadrilha do giz?O que é ilegal é ilegal,não tem outra explicação.Tenho 20 horas no estado,20 do município.Sou de Lado Da Pera e conheço professores nessa situaçã.Sabe o que eles fazem?Botam seus filhos em Teresina,São Luís e arrebenta a vida dos coitados que não podem pagar.

    ResponderExcluir
  3. fala sério, tantas pessoas sem emprego e algumas com 3 empregos ao mesmo tempo, até acho desonesto isso.

    ResponderExcluir
  4. Aqui vai uma pergunta aos advogados que queiram manifestar-se:acumular cargos de maneira consciente não corresponde crime?Como alguém pode assinar não ter acúmulos de cargos sabendo que vai acumular?Meu nobre e admirável professor Cícero ,Como pode vc ser contra uma coisa tão ideal para melhorarmos nossa educação?

    ResponderExcluir
  5. Tenho todo respeito pela a classe dos professores, sendo muitos deles considero como amigos, mas isso se chama jeitinho brasileiro, pode até ser legal, mas não respeita o Princípio da Moralidade contido no art. 37 da CF/88, ou seja, se não respeita um dos princípios constitucionais é inconstitucional. Todos os professores que são muito bem esclarecidos quanto tomaram posses nos referidos cargos sabiam que não poderiam acumular mais de dois cargos de professores, inclusive na assinatura do termo de posse assinaram também uma declaração que não estavam acumulando irregularmente cargos públicos. Pelo que deu para extrair também do projeto o deferimento do requerimento dependerá de dotação orçamentária e é um ato discricionário do chefe do executivo (prefeito). Acho que dava para melhorar o projeto, como: Incluí no projeto todos os requisitos para unificação das matrículas, assim o profissional que venha preencher todos os requisitos teria sua matrícula unificada automaticamente, ou seja, seria um ato vinculado, não dependendo assim da boa vontade do prefeito e do sec. de Educação. Outro detalhe importante é que haverá uma seleção, onde de todos que estavam irregulares somente alguns serão "regularizados", mesmo cometendo as mesmas irregularidades dos que não serão contemplados pelo projeto. Ressalta-se também que o projeto não torna legal o período em que o profissional acumulou irregularmente os cargos públicos, sendo passível de devolução de valores, já que o projeto não prever anistia para quem teve irregular todo esse período.

    ResponderExcluir
  6. É só estudar e passar em 2 ou 3 concursos....

    ResponderExcluir
  7. É só estudar e passar em 2 ou 3 concursos....

    ResponderExcluir
  8. Sim só estudar para concurso, se não tem nenhum ninguém tem culpa , estude

    ResponderExcluir