quinta-feira, 18 de julho de 2019

Homem que acompanhava Jake afirma ter feito o possível para defender a vítima do feminicídio



Um caso de feminicídio ocorrido em Trizidela do Vale repercutiu muito em toda região. O autor confesso do crime, Ivan da Silva Sousa, mais conhecido como "Mossoró" ou "Vandinho'', matou a ex-namorada Jaqueline Rodrigues da Silva à facadas próximo à escola Monsenhor Gerson. O caso ocorreu na madrugada do último dia 16, por volta das 3h. 

As primeiras informações levadas à polícia afirmavam que Jaqueline estava na companhia do namorado, e que o mesmo havia fugido do local do crime. Fato é que após a apuração do caso, um indivíduo conhecido como "Messi", que estava em companhia da vítima e prestou socorro à mesma, desmentiu essa versão. 
Mossoró na Delegacia Regional de Pedreiras

Em entrevista ao Repórter Chico Corinto, da TV Rio Flores, o homem relatou que era apenas amigo da mulher e fez o possível para defendê-la de Mossoró. "Eu estava na companhia de Jaqueline e Bruna (irmã da vítima). Nós voltávamos de uma festa lá no Terraço Rei do Brega, no fim da Rua São Joaquim. Eu tinha uma amizade forte com ela e a irmã já há muitos anos. A gente não tinha um caso, isso é mentira.", disse Messi.

"Quando ele chegou e puxou a faca, eu apenas coloquei a Jake atrás de mim e tentei proteger ela. Eu mandei ela correr e na hora, a única arma que eu pude pegar foi um capacete que estava no chão. Quando fui pegar o capacete, ele [Mossoró] correu atrás dela. Eu não consegui mais alcançar o cara e aconteceu aquilo", continuou. 

Perguntado ainda sobre um boato afirmando que Mossoró pegou uma faca que estava na cintura de Messi, o entrevistado disse: "Eu nunca andei armado na minha vida, só ando desarmado, não tenho rixa com ninguém. Todo mundo aqui me conhece. Estão saindo muitas histórias, mas quem sabe a história mesmo sou eu que estava lá. Eu até queria dizer às pessoas e grupos que estão espalhando essas mentiras que não inventem mais essas coisas, que parassem de dizer o que não sabem pois estamos todos tristes pela morte da Jake, uma mãe de família com três filhos para criar".
 Jaqueline Rodrigues da Silva

Apesar dos boatos e do momento de luto, Messi afirma que ele e a família passam bem. O homem é casado e tem um filho nascido há 15 dias. "A única coisa que me preocuparia mesmo era se ele [Mossoró] morresse, porque se isso tivesse acontecido o pessoal ainda ia me culpar por eu ter me defendido. Do jeito que o sujeito estava com raiva e ciúme ao me ver com a Jake podia até ter me matado também", finalizou o entrevistado.

3 comentários:

  1. Caracas, êle deixou a mulher sem defêsa, o Testemunha. Talvêz êle pudesse fazer mais pêla amiga.

    ResponderExcluir
  2. Julgar é fácil quando não é você imagine se fosse você na hora.

    ResponderExcluir
  3. Sou tio dela mas essa estória tá mal contada mas um dia vai ser esclarecida

    ResponderExcluir