segunda-feira, 15 de julho de 2019

Irmão de homem decapitado em Bernardo do Mearim desconhece o motivo do crime

Irmão de Josinaldo Pereira (vítima do crime) em entrevista à imprensa de Pedreiras.
Na madrugada de ontem (14), um homem identificado como Josinaldo Pereira foi vítima de um crime bárbaro. Ele teve a cabeça separada do corpo após receber um golpe de foice no pescoço. Tanto o suspeito do crime como a vítima eram funcionários de uma fazenda nas proximidades do povoado Taboca, localizado na zona rural de Bernardo do Mearim. 

Nesta segunda-feira (15), o irmão da vítima compareceu à Delegacia Regional de Pedreiras, concedendo uma entrevista à imprensa local. Ele afirma que a motivação do homicídio ainda é um mistério para todos. "Ninguém na família sabe o que motivou isso, porque eles dois nunca tiveram discussão nenhuma antes, só andavam juntos e eram amigos", disse.

"No sábado (13), eles receberam o pagamento e foram beber. Na hora que aconteceu o crime estavam eles dois, e também uma terceira pessoa que não viu nada porque estava dormindo. Foi só quando cheguei lá cedo e abri a porta é que vi o que tinha acontecido", continuou.
O corpo da vítima foi encontrado na manhã do último domingo
O acusado, identificado até o momento como "Frank", fugiu do local tomando rumo ignorado. Ele ainda não foi localizado. Segundo informações, o mesmo é morador do Povoado Centrim, em Trizidela do Vale. 

Josinaldo era separado e morou durante alguns anos no estado do Pernambuco, local onde seus quatro filhos residem. O entrevistado afirmou ainda que a irmã não está interessada na captura do suspeito, pois segundo ele, um filho dela já foi assassinado, fato que comprometeu sua saúde emocional para lidar com casos do tipo.

Confira a entrevista na íntegra:


Com informações do Sistema de Comunicações Rio Flores

Nenhum comentário:

Postar um comentário