sexta-feira, 5 de julho de 2019

Justiça Federal condenou Eliomar Miranda à perda dos direitos políticos até 2022


Ninguém duvida da forte liderança política que detém o ex-prefeito Eliomar Miranda em Capinzal do Norte (MA).  Ele rompeu com o ex-prefeito e com o atual prefeito, agora anuncia que será candidato a prefeito em 2020 pela oposição.

No entanto, segundo informações, Eliomar Miranda continua impedido de concorrer a cargos públicos por conta de condenações na justiça por atos de improbidades administrativas em seu governo. Em um do processos na Justiça Federal, datado em junho de 2017, Eliomar Miranda perdeu os direitos políticos por cinco (5) anos; portanto, ele só poderá concorrer a partir de junho de 2022, caso não tenha mais outros impedimentos jurídicos. Portanto, o homem que governou Capinzal do Norte por dois mandatos, até que prove o contrário, está inelegível.

Nos bastidores políticos de Capinzal do Norte especula a informação que Eliomar Miranda continua divulgando sua pré-candidatura a prefeito como estrategia  para manter os grupos de oposição unidos em torno del; porém, no momento de registrar a chapa para concorrer ao pleito de 2020, o filho que tem o seu nome será o candidato a prefeito. Com certeza, naquele momento decisivo, não tem como as lideranças abandonar Eliomar Miranda já no começo das eleições.

Segue imagens do processo que apontam a condenação da perda dos direitos políticos de Eliomar Miranda. 









_______________________

Direto de resposta garantido

O blog do Carlinhos não conseguiu entrar em contato com o ex-prefeito Eliomar Miranda, mas caso ele queira se manifestar através de nota de esclarecimento ou direito de resposta sobre a presente matéria, para enviar ao nosso email que será postado na íntegra: (pf.carlosalberto@hotmail.com). 

Nenhum comentário:

Postar um comentário