quarta-feira, 10 de julho de 2019

Pedreiras e Trizidela do Vale sofrem com onda de assaltos na terça-feira (9)

Imagem de um dos suspeitos de assaltar a joalheria e ótica DJOIAS.
O 19º Batalhão da Polícia Militar de Pedreiras é uma das unidades de polícia mais atuantes do Maranhão. Mesmo com a redução da criminalidade na região, alguns indivíduos ainda ousam cometer atos criminosos na cidade. 

A última terça-feira (9) foi marcada por uma onda de assaltos em diversos pontos da cidade.

Logo cedo, às 8h, o primeiro alvo foi a joalheira e ótica DJOIAS, localizada na Rua Eurico Ribeiro, no centro da cidade.  Dois homens chegaram numa motocicleta Titã, de cor vermelha, e sem esconder o rosto, entraram na loja anunciando o assalto. Eles portavam armas de fogo e levaram o segurança e os funcionários para os fundos do estabelecimento. Na ação criminosa, relógios e peças folheadas foram subtraídas. 

A polícia divulgou imagens com o rosto dos dois meliantes.
Membro da dupla que assaltou a joalheria.
Ainda na manhã, no período das 10h à 11h, uma onda de assaltos aconteceu em outros pontos da cidade. Segundo informações, os responsáveis foram dois homens numa motocicleta Titã, de cor preta. No momento, não há pistas que conectem a onda de assaltos à dupla que realizou o roubo na DJOIAS. 

O primeiro assalto ocorreu na Rua Gabriel Ferreira, em Trizidela do Vale. A vítima foi uma adolescente que estava com o celular na mão. Informações da polícia são de que um dos bandidos apontou a arma no peito da moça, ameaçando a mesma para entregar o aparelho.

O segundo caso ocorreu na Rua São Raimundo, em Pedreiras. Um adolescente, percebendo que ia ser assaltado, correu para dentro de casa. Porém, os ladrões o seguiram e entraram na residência, tomando o celular do jovem. 

A última ação da dupla da Titã preta ocorreu na Rua São José, no bairro Novo Seringal. 

A Polícia Civil está trabalhando na identificação dos suspeitos.

Um comentário: