Compartilhe essa Notícia:



Na última quinta-feira (29), por volta das 18h, o proprietário de som automotivo identificado como Kaique Santos Sousa foi preso pelo 19º BPM por baderna e perturbação do sossego público no bairro Alto São José, em Pedreiras. Segundo informações, o jovem é reincidente na prática de ligar o paredão em alto volume.

A polícia foi acionada duas vezes para a Rua Santo Antônio, local onde o indivíduo estava há várias horas com o som ligado na companhia de amigos que ingeriam bebidas alcoólicas.

Na primeira vez, os policiais solicitaram que ele abaixasse o som. Porém, após a saída da guarnição, Kaique teria lançado cascos de garrafa em via pública, além de ter arremessado pedras nas residências próximas.

A PM foi solicitada novamente no local e Kaique, ao avistar a viatura, empreendeu fuga. Após uma breve perseguição, ele foi alcançado e levado à 14ª Delegacia Regional de Pedreiras. Hoje (2), foi constatado que o paredão continua no pátio da delegacia e segundo o delegado Jânio Pacheco, o som automotivo poderá ser destinado a uma instituição de caridade, igreja ou órgão semelhante.

Foi arbitrada uma fiança no valor de R$ 5.000, porém, o proprietário não pagou após passar o prazo e foi encaminhado para a Unidade de Ressocialização (Presídio) de Pedreiras.
⬇️⬇️ COMENTE AQUI ⬇️⬇️

13 Comentários

  1. Cadê os amigos dele agora?
    Na hora de curtir tem amigos p todo lado,qd tá na pior é só vc e Deus!

    ResponderExcluir
  2. Venham aqui na comunidade Alegria fazer uma visitinha.Já pessoas ficando surdas com tnto barulho promovido por um senhor que nõa poupa nem mesmo os idosos.

    ResponderExcluir
  3. Kkkkk tem paredão e não tem 5 mil?

    ResponderExcluir
  4. Diz a frase: para o mau prevalecer, basta que o bem não faça nada, enquanto as pessoas de bem não se unirem para dá um basta nisto , vai sempre piorá, hoje nós de bem viramos um bando de covarde, hoje esses baderneiro fazem o que bem entende e não tem uma resposta dura

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tomara que o 10:08, acima, leia este comentário e entenda. As pessoas desrespeitam as outras por ausência de temor. Somos um povo frouxo, esperando que outrem nos socorra, não saímos do ninho, permanecemos como filhotes de bico aberto à espera do alimento, e reclamando. Passar a mão na cabeça de uma ovelha é facil, quero ver passar é na cabeça de uma cascavel.

      Excluir
  5. Cadê os abiguinhos agora ? Na hora do fole vem um monte .mas na hora que a Pessoa precisa de ajuda não aparece um pra ajudar !

    ResponderExcluir
  6. Vende o paredão agora !

    ResponderExcluir
  7. Tinha que pagar as pessoas que foram prejudicadas pelo barulho e depois indenizar os policiais aí então pra terminar uma surra boa peia pra dar em dez ele tinha que pegar sozinho oh trem enjoado esse tal de paredão esses filhos da puta querem ouvir música coloca só pra eles porque o resto do povo não está pedindo música não .

    ResponderExcluir
  8. Poluição sonora eh crime peia nesse palhaço mas muita peia mesmo ninguém tá pedindo pra esse vagabundo colocar música não ele não eh o dono da cidade

    ResponderExcluir
  9. Tem que ficar no presídio em um quarto que só cabe ele e o som aumenta o volume no máximo pra ver como fica os tímpanos dele só faz isso e pronto quando ele sair tenho certeza que nunca mais ele passa nem perto de um paredão

    ResponderExcluir
  10. Cruz credo, muito ódio, isso não faz bem! O cara errou, vai pagar,se não aprender, volta de novo pro castigo.

    ResponderExcluir
  11. Eu sei muito bem o que é passar por isso, pois tem um bar enfrente a minha casa cujo dono acha que pode fazer e acontcer, quantas vezes cheguei do serviço cansada querendo descansar e não pude tinho que sair da minha casa pois o som é tão alto que as panelas e tampas chegam a cair no chão! Que esse cidadão aprenda a lição, e parabéns a polícia que também todas as vezes que preciso sempre me atende!

    ResponderExcluir

Informe da ALEMA