Compartilhe essa Notícia:


A gestão do prefeito Séliton Miranda promoveu, na última segunda-feira (11), uma grandiosa festa em comemoração ao aniversário de 25 anos de emancipação política de São Raimundo do Doca Bezerra. A noite ficará registrada na memória dos são-raimundenses e de todos da região que curtiram a festa como uma das melhores apresentações do fenômeno Toca do Vale.

O cantor comentou um pouco sobre sua experiência no show. “Eu sou o mais requisitado para cantar em prefeituras de vários estados do Nordeste: faço shows no Maranhão, Piauí, Ceará, Pernambuco. Sempre com essa alegria e descontração que foi vista nessa apresentação de hoje”. Pontuou o cantor.

A superestrutura de palco também serviu para destacar as atrações musicais Adrio Henrique e Amado Edilson que realizaram belíssimas atrações para o público que lotou o Espaço Toca do Gavião, local do evento.

O prefeito Séliton Miranda demonstrou muita satisfação com o sucesso alcançado. “Isso é resultado de toda a dedicação do nosso governo. Desde que eu assumi a prefeitura,  assumi também o compromisso de fazer uma nova história em São Raimundo do Doca Bezerra. E hoje a gente tá aí, comemorando mais um aniversário para ficar na história. A gente tá construindo muitas obras, realizando vários sonhos tão desejados pela população”, disse.

Séliton Miranda aproveitou a ocasião para agradecer a todos os apoiadores e colaboradores para a realização do magnífico evento.

“A gente tá a cada dia mais desenvolvendo nossa cidade, com o apoio do nosso deputado Vinicius Louro, deputado Juscelino Filho, senador Weverton, nosso governador Flávio Dino e toda essa equipe que tem me ajudado a fazer uma belíssima administração em nosso município, tudo sempre com muito respeito”, declarou o prefeito.

- Com informações da WebTV
⬇️⬇️ COMENTE AQUI ⬇️⬇️

1 Comentários

  1. Em São Raimundo tem dinhiro para ostentação ,para promover cachaçadas, vaquejadas e outras folias, mas na creche não tem papel para fazer tarefas, nao tem merenda nas escolas, nem material nenhum, os ônibus escolares quebrados e na saúde tudo é muito pior, falta remédio, se alguém adoecer final de semana, reze pra não morrer, porque nunca tem médico. Se precisar de um exame pode dá um jeito de pagar porque não tem, ou seja, tem dinheiro para promover futilidades, mas para prioridades, não.
    É uma triste realidade!!!!

    ResponderExcluir

Informe da ALEMA