Compartilhe essa Notícia:


O blog do colega Ezequias Martins postou ontem (24) a matéria, "Vereador de Paulo Ramos perde a compostura e faz barraco em hospital." A postagem se refere ao vereador Afrânio do Leó.  Segundo relatos, o vereador da base de oposição ao prefeito Deusimar Serra, teria perdido a compostura no Hospital de Paulo Ramos, na noite do domingo de carnaval (23). Ainda segundo as informações do blog citado, "Afranio do Leó, visivelmente embriagado armou um barraco e ofendeu uma servidora..." ( Veja aqui).

O blog do Carlinhos conversou com Afrânio do Leó e ouviu sua versão sobre o episódio ocorrido no hospital municipal. O vereador negou que estivesse embriagado e afirma que está sendo vítima de informações inverídicas. 

Leia

"Não houve confusão nenhuma no hospital; eles (situação) estão apelando para tudo! O que aconteceu é que uma liderança minha do interior adoeceu e eu fui ao hospital de Paulo Ramos visitar ele. Nós queríamos transferí-lo para Bacabal, porque deu começo de AVC. Eu fui falar com a enfermeira e ela disse que deveria levar para um hospital, não sei para onde, e que o médico de plantão estava jantando. Mas nós já tínhamos nos comunicado com o Hospital Regional Laura Vasconcelos de Bacabal para recebê-lo,  então foi nesse momento que apareceu essa pessoa que é técnica de enfermagem. Ela falou uns agravos pra mim; ainda disse que eu estava bêbado; mas até aquele momento eu ainda não tinha bebido. Comecei a beber só depois do acontecido, em uma confraternização carnavalesca na casa da colega vereadora Nalvinha. Eles (situação) estão apelando para tudo, é desespero deles", afirmou Afrânio do Leó.

O blog não teve acesso a direção do hospital de Paulo Ramos. Estamos a disposição para uma nota de esclarecimento. 

⬇️⬇️ COMENTE AQUI ⬇️⬇️

1 Comentários

  1. Tem gente que até pra mentir é ruim. A situação descrita pelo edil é inconsistente e sem conexão lógica da sequência dos fatos. Tem que mudar o enredo, o contado é mentiroso ou falta algum elo omitido. Quer dizer que a servidora começou com "os agravos" gratuitamente? A máxima de que "a corda arrebenta do lado mais fraco" está mudando a interpretação. O lado mais fraco é a mentira, não a influência.

    ResponderExcluir

Informe da ALEMA