Compartilhe essa Notícia:

O pré-candidato do PT a prefeitura de Pedreiras se manifestou sobre a entrevista do advogado Dr. Walterby

No domingo (2), o Blog do Carlinhos postou a entrevista com o advogado Dr. Walterby referente ao processo que ele move contra o Dr. Alexandre Assaiante. Citado na matéria, Alexandre, que é pré-candidato a prefeito de Pedreiras pelo PT, nos enviou uma nota de direito de resposta. 

Seguindo a Lei de Direito de Resposta (Lei nº 13.188), sancionada e publicada em 11 de novembro de 2015, o Blog reconhece o direito que o Dr. Alexandre possui de se manifestar e abre espaço para a divulgação de sua nota.

Leia.
"Fui surpreendido no começo dessa semana com uma ação judicial, midiática, que, antes mesmo de ter sido devidamente iniciada já estava espalhada pelos blogs da cidade, por onde, acreditem, contra toda a sistemática da lei, tomei conhecimento dela. De pronto percebi que não se tratava de uma ação comum, mas de um palanque político em desfavor de um pré-candidato em evidente crescimento.


Eu, Alexandre Assaiante tenho pouco mais de 30 anos de idade, 10 anos de serviço público e, durante todo esse tempo, nunca fui processado ou sequer respondi processo administrativo nos órgãos por onde passei, pelo contrário, sempre fui premiado e homenageado pelos bons serviços prestados. Apesar disso, o destino me guardou uma surpresa e no ano em que me lanço pré-candidato a prefeito de Pedreiras uma ação contra mim aparece. Quer dizer, sempre fui bom e agora sou ruim? Será essa a continuação da velha forma de se fazer política e perseguição contra quem chega no cenário com propostas inovadoras e corajosas de luta pela desconstrução desse malfadado sistema político? Não sei, só sei que isso não me abalou em absolutamente nada, pois se tem algo em mim que tem paz é a minha consciência. Sei do que fiz e tenho provas suficientes para comprovar que trabalhei e cumpri meu papel enquanto servidor público nos lugares por onde passei.

Agora me questiono: porque será que só depois de quase 3 anos que saí dos quadros da Prefeitura de Pedreiras esse processo apareceu? Porque ele deixou para surgir exatamente no ano em que caminho vigorosamente para uma disputa política? TA ERRADO. Tem alguma coisa errada aí e eu não encontro outra resposta a não ser perseguição política, o que me deixa tranquilo, pois mostra que estou (estamos) no caminho certo, o da CONSTRUÇÃO DE UM PROJETO SÓLIDO AO LADO DO POVO.

Em relação ao processo em si, parece que estão querendo torná-lo em um tribunal da santa inquisição, onde, quem fez a denúncia é o mesmo que nas redes sociais já está dando minha sentença e me condenando, como quem diz: está ali o pecador. CRUCIFIQUE-O! Esquece-se ele, coitado, que quem não deve não teme e as provas de quem bem trabalha é o seu trabalho em si. Que apresentarei na hora certa.

Alega o autor da ação que enriqueci ilicitamente durante o tempo em que estive na Prefeitura de Pedreiras, pois diz que não trabalhei e só recebi o dinheiro no final do mês. Meu Deus! Diz porque diz, mas não sabe o que diz, se soubesse não diria. Mas já que existe um processo em relação a isso, deixarei para esclarecer esses pormenores lá. Aguardem. Testemunhas, documentos e provas confirmarão todo o meu suor dado durante o tempo em que estive pelo Palácio Municipal. SE RECEBI É PORQUE TRABALHEI, NÃO TENHO A MENOR DÚVIDA EM RELAÇÃO A ISSO.

Diz também que menti quando protocolei uma declaração, ao entrar no Ministério Público do Estado do Maranhão, dizendo que não ocupava nenhum outro cargo público (nesse caso, o da Prefeitura). Que declaração é essa? Onde ela está? Ela existe? ESTÁ ASSINADA POR MIM DENTRO DO MEU PROCESSO DE CONTRATAÇÃO? Aguardem e verão. O tempo é sempre esclarecedor e o crime de falsidade ideológica que o autor diz que cometi ficará apenas no código penal, não em meu histórico de vida, pois se tem uma coisa que não gosto é de dizer que sou o que não sou.

Quanto a acumulação de cargos, ela realmente aconteceu pelo período de pouco mais de 3 meses, eu disse, 3 MESES, momento em que, antes mesmo de ter sido notificado pelo meu superior para optar por um ou outro, como assim exige a lei e acontece de costume com as outras pessoas, eu ESCOLHI, por livre e espontânea vontade um, e acabei pedindo exoneração do meu cargo da Prefeitura de Pedreiras, permanecendo, até os dias de hoje, no do Ministério Público, onde, por sinal, fui eleito melhor servidor no ano passado. Porque com todos acontece de um jeito e com o Assaiante tem que ser diferente? Será mesmo que quem entrou com essa ação tá querendo fazer justiça ou trata-se apenas perseguição política/pessoal?

Diante disso eu esclareço a vocês: O Alexandre cometeu algum crime? Não! Cometeu improbidade administrativa? Também não, pois assim os Tribunais Superiores já reconheceram em diversos casos similares. Isso tanto é verdade que ano passado o Tribunal de Contas do Estado do Maranhão, notificou diversos servidores que estavam ocupando dois cargos no serviço público (inclusive alguns políticos da região) para que escolhessem apenas um, o que assim foi feito. No entanto isso não fez deles pessoas imorais, criminosas ou bandidas, o que parece que estão querendo fazer comigo aqui.

Mas Assaiante, porque estão fazendo isso contigo? A resposta dessa pergunta será uma conclusão individual de cada um, o que eu posso dizer é o seguinte: sigo firme e certo do que tenho a oferecer para o povo de Pedreiras e, ainda nesse mês, estarei entrando de vez nessa luta que está só começando. Graças a Deus aprendi desde cedo a ter coragem para lutar pelo que acredito e não sou de desistir tão facilmente das coisas. Podem jogar pedras, eu aguento. Quanto ao processo, deixa ele correr. Eu confio na justiça de meu Pai e sei que não demorará muito para que tudo seja esclarecido. 

A luta continua.

Avante! É por Pedreiras.

Alexandre Assaiante

Pedreiras/MA, 02 de fevereiro de 2020."

Mais informações


*Exclusivo! Advogado Walterby esclarece motivos da ação popular contra Alexandre Assaiante: https://www.carlinhosfilho.com.br/2020/02/exclusivo-advogado-walterby-esclarece.html
⬇️⬇️ COMENTE AQUI ⬇️⬇️

14 Comentários

  1. Assaiante estamos juntos.
    Confio em ti, garoto.

    ResponderExcluir
  2. Avante com Assaiante. Sempre firme no que diz. TMJ

    ResponderExcluir
  3. siga firme dr. não ligue para esse pobre coitado só inveja

    ResponderExcluir
  4. não temas tem bossa confiança avante!

    ResponderExcluir
  5. Dr assaiante vc ê o Kara
    Quando for eleito a prefeito de pedreiras não vire as costa pra quem te ajudou. Francinete Braga para vereadora 2020 ela tá com tudo

    ResponderExcluir
  6. Firme nas palavras e fraco de partido.

    ResponderExcluir
  7. Isso foi uma torada que Walter deu no Alexandre mau dada aí levou a essa desavença
    Nada q beijos e flores ajeita
    Kkkkkkk

    ResponderExcluir
  8. Arrancaram a máscara do Assaiante, comendo de dois empregos e trabalhando só em um, e ainda enganou a justiça

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amigo, ele é do PT, então esperar o quê dele?

      Excluir
  9. Esse advogadosinho é menino de recado de algum político grande de Pedreiras, toda eleição tem essas perseguições.

    ResponderExcluir
  10. Trabalhei junto com Dr. Alexandre na prefeitura e sempre vi ele lá atendendo as pessoas e sendo bem educado com todas elas. Inclusive aos finais de semana eu encontrava com ele por lá. Confio em ti meu amigo. Siga em frente.

    ResponderExcluir
  11. Te conheço desde pequeno Xand e confio em ti, pois sei como foi a tua criação. Não desista meu filho. Você será o próximo prefeito de Pedreiras.

    ResponderExcluir
  12. Lembro-me muito bem do Dr. Alexandre Assaiante trabalhando na Prefeitura de Pedreiras, sempre o encontrava por lá. Excelente profissional. Não sei porque essa perseguição agora. Seja firme Dr. Deus é contigo.

    ResponderExcluir
  13. Até onde eu sei o Sr. Assaiante exerce apenas um cargo comissionado no MP de Pedreiras, ou seja, não é do quadro do MP, ou seja não é concursado do MP, está lá num cargo de livre nomeação e exoneração.

    ResponderExcluir

Informe da ALEMA