Compartilhe essa Notícia:


O Governo Federal anunciou em janeiro do corrente, o aumento de 12,84% do piso salarial previsto no Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb). Segundo o ministro de Educação, Weintraub, o reajuste anunciado “é o maior aumento em reais desde 2009.”

O ajuste, acima da inflação de 2019 (4,31%), foi previsto pela Confederação Nacional de Municípios (CNM) que indicou o valor mínimo do magistério passaria de R$ 2.557,74 para R$ 2.886,24.

Nesta semana, alguns municípios da região informaram que irão seguir a orientação do MEC, entre eles, Lago do Junco, Bom Lugar e São Raimundo do Doca Bezerra; outras prefeituras ainda não se manifestaram.

No sábado, 1º, o prefeito Aluisinho do Posto (PTB), em conversa com o titular do blog do Carlinhos, confirmou que os salários dos professores municipais de Esperantinópolis terão aumento, porém, explicou os fatores que impedem que esse aumento seja de 12,84%.


Leia o que disse o prefeito.  

Prefeito Aluisinho: - "Nós vamos fazer esse fechamento da proposta. Hoje o nosso município ainda não pagou os valores de janeiro, mas até dezembro nosso município estava com 11 pontos percentuais acima do valor do piso nacional. E isso gerava 90,2% no geral da nossa folha, só com o efetivo. 

Então, dentro desse contexto que o município está passando hoje, nós vamos fazer na faixa desses 6.84 e vamos ficar 70 e poucos reais acima do piso nacional, porque o nosso plano de carreira não atende só o aumento acima do piso nacional. Foi englobado, em porcentagem, todo os ganhos de professores que tem matrículas, onde eles fizeram mestrados e coisas do tipo.

Sendo assim, o valor real do salário dos professores de Esperantinópolis não é um valor que fica só baseado no piso salarial. No caso de repassar, os 12,84%, temos que pensar que já foi feito o impacto junto com a contabilidade, nesse caso nós vamos ficar com o déficit de 2 milhões e oito mil praticamente no ano. Então, não tem como pagar. É como você ter só R$ 100 e pagar um valor um pouco acima disso. 

Então, dentro dessa responsabilidade, o município vai fazer o aumento, não nesse total, mas dentro do critério, com responsabilidade, que não vai atrapalhar nem a classe dos professores e nem administração pública, em geral, para que possamos andar todo mundo junto, melhorando nosso município, como a gente já vem buscando, e fazendo com que a Educação também tenha essa participação como um todo, não só na parte dos professores, na organização de prédios, zeladores, merendeiras, tudo para que a gente possa crescer coletivamente."
⬇️⬇️ COMENTE AQUI ⬇️⬇️

6 Comentários

  1. Esse prefeito está rodado 🤣🤣🤣🤣

    ResponderExcluir
  2. SÓ FALTA O CASCAFORA DAR O DIREITO DOS PROFESSORES DE POÇÃO. EITA PREFEITIM RUIM PRA EDUCAÇÃO. VAMOS DAR UM BASTA NELE AQUI ESSE ANO. AGUARDE

    ResponderExcluir
  3. Só devido às campanhas. Ele não reajustou nos três últimos anos

    ResponderExcluir
  4. O problema aí é que esse reajuste dos professores também vai servir para pagar professores contratados ou seja os concursados vão ter que dividir esse aumento com os demais só isso , então vcs ainda não entenderam como funciona o comunismo simples assim tem que dividir os seus ganhos com os outros e por aí vai o prefeito está seguindo a risca os mandamentos do seu partido fui claro ou preciso desenhar.

    ResponderExcluir
  5. Qualquer pessoa que falsificar e adulterar documentos públicos como da educação deve ser julgado e punido infelizmente estamos no país da impunidade aliás temos a pior educação do país quem diz isso não sou eu são os dados obtidos por fontes governamentais e eu acredito nisso porque conheço muito bem a educação do nosso estado.

    ResponderExcluir

Informe da ALEMA