Compartilhe essa Notícia:


O governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), utilizou as redes sociais para comentar a morte do ex-ministro Gustavo Bebianno – vítima de infarto na madrugada deste sábado (14).

No Twitter, o comunista citou alguns casos de “mortes absurdas” ocorridas no país. Elencou, então, Marielle Franco, Teori Zavascki, Adriano da Nóbrega e o próprio Bebianno, para emendar que o país vive “uma era de trevas”.

Dino não falou de Celso Daniel.

Deve ter esquecido…

Blog do Gilberto Leda
⬇️⬇️ COMENTE AQUI ⬇️⬇️

6 Comentários

  1. Vivemos uma era de trevas, principalmente o povo do Maranhão!
    Mas vai passar, uma hora o povo acorda!

    ResponderExcluir
  2. E muito estranho mesmo, só Maria da mais pesada que existe.

    ResponderExcluir
  3. E muito estranho mesmo, só Maria da mais pesada que existe.

    ResponderExcluir
  4. Esse gordo comunista é apoiador de ditadores de de bandidos comdenados, como o Luladrão.

    ResponderExcluir
  5. Esse governador vomita merda nas suas postagens. Vale lembrar a máxima de acusar os outros daquilo que sou. A esquerda tem o VERMELHO nas suas cores e mãos.

    ResponderExcluir
  6. Vai passar sim a burrice do povo em ter votado em vc .
    Tchau querido até nunca mais !!!!
    Por isso que o Maranhão não vai pra frente .

    ResponderExcluir

Informe da ALEMA