Compartilhe essa Notícia:


 
Conselheiros tutelares de Lago da Pedra 

Circulou nas redes sociais de Lago da Pedra esta semana um texto relatando um suposto caso de abuso sexual praticado pelo pai contra o próprio filho na noite da última quarta (29.04); curiosamente, o relato finaliza afirmando que tanto a polícia, que foi até o local para averiguar a queixa, como os conselheiros do Conselho Tutelar, chegaram à conclusão de que não houve crime.

O texto constava o nome do pai do menor foi várias vezes compartilhado nos grupos de Whatsapp e Facebook, expondo de forma desnecessária o pai que explicou que foi filmado por uma pessoa à noite, enquanto seu filho estava descansando com a cabeça sobre o seu colo.

Chamados ao local, polícia e conselheiros tutelares concluíram que não houve delito, conforme ficou claro no depoimento do pai e do próprio filho, este último atendido por um psicólogo. A partir desse momento nasceu a preocupação com a integridade física do homem, uma vez que seu nome estava circulando nos grupos.

Em função disso, os conselheiros tutelares de Lago da Pedra (MA) resolveram gravar um vídeo no qual apelam para que o nome do pai não seja exposto, um vez que ficou comprovado que não houve qual ato ilícito. Falando em nome dos demais conselheiros (Elinelson Fernandes Oliveira; Antônia do Prado; Antonio Flávio de Sousa Filho; Rosiane Mara Monteiro Fernandes), Francisco Nereu Costa Pinho explica que os que insistirem em faz a distribuição de imgens e/ou textos podem estar incorrendo em crime.

Fonte: Cultural FM de Lago da Pedra (https://www.facebook.com/RadioCultural)

⬇️⬇️ COMENTE AQUI ⬇️⬇️

1 Comentários

  1. A justiça tem que dá total apoio a esse pai pois foi uma acusação muito grave,o responsável por essa notícia falsa deve ser punido.

    ResponderExcluir

Informe da ALEMA