Compartilhe essa Notícia:


O prefeito de Lago da Pedra, Laércio Arruda, gravou um vídeo falando a respeito da atual situação do município em meio à pandemia do novo coronavírus (Covid-19). A cidade foi uma das 94 do estado do Maranhão afetadas pela doença e, até o momento, teve 06 casos confirmados e dois óbitos.

Laércio falou sobre a situação da pandemia em Lago da Pedra e sobre as medidas que a gestão municipal está adotando para minimizar os danos causados pela doença. Ele enfatizou a importância do engajamento da população para que se informem e possam colaborar ainda mais para o enfrentamento ao coronavírus na região.

“O interessante seria que a população pudesse ter a consciência 100% do papel que cada um tem que fazer, de usar o álcool, de cuidar da sua higiene pessoal, de sair na rua de máscara, esse é o meio mais eficaz e mais eficiente para diminuir a contaminação”, alertou o prefeito, ressaltando a importância do isolamento social.

Durante o vídeo, o gestor chamou a atenção para a situação do comércio da cidade. "Quando o comércio estava fechado eu recebi muitas reclamações daqueles que precisavam trabalhar, e eu entendo que as pessoas precisam trabalhar, o empregado precisa receber o seu salário. Pra mim, todo comércio é essencial porque os donos de bar, de oficina também precisam vender o seu produto para comprar comida. Então hoje, o comércio praticamente está funcionando." Afirmou o prefeito, pontuando a colaboração fundamental da população. "Agora, não é porque o comércio está aberto que as pessoas têm que sair de casa e ir pra rua, saiam apenas quando for necessário. E aos donos de estabelecimentos, nós pedimos que adotem as medidas preventivas", completou.

No vídeo, o gestor também esclarece alguns boatos que têm circulado em conversas e grupos das redes sociais, onde se afirma que a administração municipal teria interesse em um maior número de pessoas doentes para que se pudesse consumir uma parcela maior de recursos destinados no combate ao coronavírus. "Isso não tem nada ver, gente. O recurso que o município recebe não depende do número de casos de pessoas contaminadas. Esse recurso já é definido pela quantidade da população. Lago da Pedra recebeu mais de R$ 400 mil e esse dinheiro ainda não foi gasto porque ainda tem que ser feito o processo de licitação", ressaltou Laércio Arruda.  

A Prefeitura vem promovendo uma série de ações voltadas à prevenção de riscos à saúde causados pela proliferação do novo coronavírus (Covid-19). Na noite do último sábado (02), a Guarda Municipal de Lago da Pedra percorreu ruas e avenidas da cidade com faixas e entoando músicas para chamar atenção dos moradores. O intuito é conscientizar a população a ficar em casa.

Leia também:

Em boletim epidemiológico, Lago da Pedra confirma segunda morte por coronavírus
https://www.carlinhosfilho.com.br/2020/05/em-boletim-epidemiologico-lago-da-pedra.html

#FIQUE EM CASA - Guarda Municipal promove cantata pelas ruas de Lago da Pedra para conscientizar a população
https://www.carlinhosfilho.com.br/2020/05/fique-em-casa-guarda-municipal-promove.html
⬇️⬇️ COMENTE AQUI ⬇️⬇️

3 Comentários

  1. MOMENTO DIFÍCIL, PREFEITO ESTA MAIS DO QUE CERTO, TEM QUE INTENSIFICAR, NÃO É HORA DE FAZER POLÍTICA COMO MUITOS ESTÃO SE APROVEITANDO DESSE MOMENTO.

    ResponderExcluir
  2. lago da pedra tem prefeito, ja aqui em poção não temos, estamos jogados as traças

    ResponderExcluir
  3. E Laércio todos os prefeitos tão fechando suas cidades o comércio inteiro deixando aberto só essencial faça o mesmo. Senão vai ser muito tarde. Eu já falei que as cidades maiores de nossa região que abriram o comércio estavam perdendo há redia pra esse mal. E você e nós de lago da pedra queremos e um prefeito. Que preste. Que no bajule meia dúzia de comerciantes, enquanto há população paga com sua vida. Se você no tem responsabilida pra nada pra fechar Porã desses comercio por 30 dias. Entao entrega seu cargo de prefeito. E vai administra um bar ou cabaré. Por que nossa sociedade nesse momento precisa e de um gestor. Não de um cu de cana.

    ResponderExcluir

Informe da ALEMA