Compartilhe essa Notícia:



Durante a sessão extraordinária por videoconferência da última segunda-feira (25), o deputado estadual Vinicius Louro (PL) parabenizou o ex-prefeito e ex-deputado estadual Raimundo Louro, por ceder a Clínica Nossa Senhora das Graças, de propriedade da família, para atendimento gratuito à população de Pedreiras. Na oportunidade, Vinicius Louro também parabenizou a diretoria do hospital, encabeçada pela empresária Priscilla Louro.

A clínica foi cedida para a cidade de Pedreiras, sem custos para o munícipio, motivada pelo aumento de casos de pessoas infectadas pelo Covid-19, centralizando todos os atendimentos de clínica médica, pediatria, obstetrícia e cirurgias gerais de urgência no local, antes, esses serviços eram oferecidos também pelo Hospital Geral de Pedreiras, que atualmente atende somente casos de Covid-19.

"Foi feita uma parceria com o município de Pedreiras e a clínica passará a atender agora todos os pacientes de pediatria, clínica médica e obstetrícia", explicou. 

"Parabenizo ao ex-prefeito Raimundo Louro e Priscilla Louro, que assumiram a linha de frente e se colocaram à disposição para que a Clínica Nossa Senhora das Graças fosse cedida gratuitamente para atender a população do município de Pedreiras e região", continuou.

Vinicius Louro destacou que a clínica também estava cedida para a Prefeitura de Trizidela do Vale há um ano. "Através da Prefeitura de Trizidela, o prefeito Fred Maia (MDB) entrou em contato conosco, conversei com Raimundo Louro e logo em seguida, a Clínica foi cedida para a população de Trizidela do Vale a custo zero para os cofres públicos", afirmou.

"Os municípios estão passando por dificuldades e eu não poderia deixar de atender ao povo, o mesmo que nos colocou na Assembleia Legislativa para representá-los, estamos pegando uma grande estrutura hospitalar e disponibilizando a custo zero para a população de Pedreiras e Trizidela do Vale suprir as suas necessidades", finalizou o deputado Vinicius Louro.

⬇️⬇️ COMENTE AQUI ⬇️⬇️

3 Comentários

  1. Gratuito? Como? Onde? Por quê?

    ResponderExcluir
  2. Acho pouco provável que exista isso de custo zero!ainda mais aos cofres públicos.
    Dessa família aí, não vem nada de graça!

    ResponderExcluir
  3. Tristeza a classe política sambando na desgraça!

    ResponderExcluir

Informe da ALEMA