Compartilhe essa Notícia:


Na tarde da última segunda-feira (15), o jovem de 24 anos Adriano Cardoso dos Santos foi morto a tiros e golpes de faca em Pedreiras. O crime ocorreu na Rua Antônio Ferreira, localizada no bairro Vila das Palmeiras.

De acordo com as informações da polícia, era por volta das 17h30m quando a vítima foi abordada por dois indivíduos que apareceram repentinamente, sendo um deles conhecido como "De Menor". Adriano foi atingido por pelo menos 5 disparos e diversos golpes de arma branca.

Em entrevista à TV Ouro Vivo, o senhor José Antônio, pai de Adriano, relatou que o filho era um rapaz quieto e não tinha rixa com ninguém. Ele disse ainda que o homicídio foi motivado por inveja de Adriano, por ele atrair atenção de garotas.

Nos últimos dias, o jovem vinha sendo ameaçado e o pai relata que aconselhou várias vezes o filho a não sair de casa. A dupla responsável pela morte de Adriano também é suspeita de ameaçar outro jovem conhecido como "Mateuzinho", que se mudou para São Paulo recentemente. 

"Meu filho saiu na minha pop e foi em direção a casa de um colega, quando se encontrou com os dois. Enquanto eles discutiam, o Adriano chegou a falar que não tinha nada a resolver com eles e pediu para que o deixassem em paz", disse José. 

Adriano trabalhava numa construção no Bairro Diogo e deixa dois filhos, um recém nascido e outro de 6 anos.

A motivação do crime ainda não foi esclarecida pela Polícia Civil. Os investigadores estiveram no local colhendo informações e conversando com pessoas próximas da vítima para prender os suspeitos. 



Rua Antônio Ferreira, local onde ocorreu o crime


Mais informações


Jovem é morto com facadas e tiros na Vila das Palmeiras em Pedreiras: https://www.carlinhosfilho.com.br/2020/06/jovem-e-morto-com-facadas-e-tiros-na.html
⬇️⬇️ COMENTE AQUI ⬇️⬇️

1 Comentários

  1. "Só quero que a polícia tome providência" e "pedia pro meu filho não sair de casa", essas frases evidenciam a sociedade passiva e conformada com um sistema de injustiças caro, ineficiente e incompetente, reflexo dessa mesma sociedade. Infelizmente, se realizou a situação desejada por muita gente: morreu um trabalhador, os bandidos ampliaram seus currículos, duas crianças com futuro incerto e reforço da nossa covardia, apatia e incompreensão. Só haverá paz quando houver equilíbrio de forças. Bandido armado e cidadão desarmado resulta nisso. Se houver morte que seja lutando.

    ResponderExcluir

Informe da ALEMA