Compartilhe essa Notícia:

Corte de Contas declarou inadimplência do chefe do legislativo são-raimundense mesmo ele cumprindo o dever constitucional de prestar contas à instituição.

O Tribunal de Contas do Estado (TCE/MA) se equivocou ao declarar a inadimplência do presidente da Câmara de São Raimundo do Doca Bezerra, Edivan Livramento Silva, mesmo ele cumprindo o dever constitucional de prestar contas à instituição relativo ao exercício financeiro de 2019.

Por conta do engano da Corte de Contas em pleno período eleitoral, Edivan acabou tendo seu nome exposto maldosamente nas redes sociais do município. Apesar do erro grave, o órgão sequer emitiu uma nota para esclarecer o assunto e desfazer o equivoco.

Fonte: Antônio Martins 
⬇️⬇️ COMENTE AQUI ⬇️⬇️

0 Comentários

Informe da ALEMA