Compartilhe essa Notícia:

A Delegacia Regional de Pedreiras se manifestou sobre o caso da mulher que foi agredida pelo companheiro no Terminal Rodoviário da cidade na última segunda-feira (17), enquanto várias pessoas assistiam às agressões. (Relembre o caso)

O delegado Diego Maciel conversou com a imprensa local e informou que assim que a Polícia Civil tomou conhecimento sobre o caso, diligenciou uma equipe de investigadores para localizar o agressor, bem como a vítima. Uma vez encontrados, ambos foram conduzidos para a Delegacia Regional.

Por se tratar de um crime envolvendo violência familiar contra a mulher, explicou o delegado, o casal foi encaminhado para a Delegacia da Mulher, onde os dois foram ouvidos. O homem foi liberado, já que não estava mais no período de flagrante, porém o inquérito policial foi instaurado e o agressor irá responder pela conduta violenta registrada.

O delegado também lamentou o fato de que várias pessoas presenciaram a atitude do agressor e apenas observaram a cena passivamente, sem tomar qualquer tipo de ação para conter o ato.

⬇️⬇️ COMENTE AQUI ⬇️⬇️

7 Comentários

  1. As vezes nao depende so da justiça
    A propria vitima retira a Queixa
    Ai a justica tem que soltar mesmo né
    Tem mulher que gosta é de apanhar kkkkk

    ResponderExcluir
  2. Pior mesmo Sr. Delegado Maciel, foi a PM que chegou lá e não prendeu ninguém, e também a PC que só foi atras do espancador depois do flagrante. Não fique culpado as pessoas que assistiram, pois todos ficaram com medo de intervir por o meliante se tratar de bandido. Nós cidadãos de bem pagamos pela nossa segurança através dos impostos, as polícias é que não estão fazendo sua parte.

    ResponderExcluir
  3. Seu delegado! É muito fácil criticar quem não quis investir, mas acontece q não é tão simples assim, vc acha q é só chegar e mandar ele Pará? Vc acha q ele ia obdecer? Ir se ele partice pra cima? A pessoa ia t que dá um bem no meio da cara dele e ela ainda ia a favor dele dizendo; eu não te chamei, vc delegado com uma arma é muito facil apontar e mandar Pará!

    ResponderExcluir
  4. As forças de segurança são reféns do sistema, da omissão e passividade da sociedade. Inclusive, a sociedade civil é muito mais responsável, uma vez que a situação ocorrida na rodoviária é consequência das políticas de educação, de desenvolvimento, de segurança, das leis de prevenção e punição dos crimes, criadas e implementadas por governos passados, o que foi apoiado e aprovado por todos. Se alguém diz que não apoiou, paciência. Quando o candidato pedir o voto, lembra que você está dando autoridade para ele fazer as políticas e leis.

    ResponderExcluir
  5. A Noiada aí levou foi umas lapadinhas de chinelo, não foi nem esse "espancamento" que estão alardeando, no vídeo vemos que ela está nua aí ele começa a dar lapadas de chinelo nela

    ResponderExcluir
  6. comentario de otario esse acima ai....se a mesma é ou nao noiada...ela é mulher e nao deve ser espancada assim....abra a boca só quando for cagar!!!

    ResponderExcluir

Informe da ALEMA