Compartilhe essa Notícia:

Nas últimas 24 horas, mais 464 pessoas receberam alta médica no estado.

Por G1 Maranhão

Maranhão abre primeiro hospital exclusivo para casos de Covid-19 — Foto: Divulgação/Governo do Maranhão

O Maranhão chegou nesta segunda (17) a 126.242 pacientes curados do novo coronavírus, segundo dados da Secretaria de Estado da Saúde (SES). Nas últimas 24 horas, mais 464 pessoas receberam alta médica no estado.

Até o momento, o Maranhão tem 137.408 casos confirmados e 3.277 mortes por Covid-19, sendo 13 óbitos registrados nas últimas 24 horas em Paço do Lumiar, Balsas, Imperatriz e São Luís.

A SES informou ainda que 3.213 profissionais da saúde foram infectados pela doença desde o início da pandemia. Deste número, 3.136 se recuperaram e 57 morreram.

Até o momento, 3.341 casos seguem sob suspeita no estado. Ao todo, o Maranhão já realizou 303.332 testes para a Covid-19 (rede pública + privada) e 163.244 casos foram descartados.

Aos 101 anos, Regina Coelho Guiné venceu a Covid-19 no Maranhão. — Foto: Julyane Galvão/Secretaria de Saúde do Maranhão (SES)

Casos de pacientes curados

Aos 101 anos, a idosa Regina Coelho Guiné é mais uma maranhense que venceu a Covid-19 em São Luís. Os sinais iniciais de infecção pela doença como febre e indisposição, foram percebidos por um dos filhos da idosa.

Dona Regina passou por um exame de testagem onde foi comprovado o diagnóstico. Após o tratamento, a resposta imunológica foi surpreendente e chamou a atenção dos médicos e familiares da idosa, já que ela estava em recuperação de uma cirurgia no fêmur.

Luzia Angelita Costa Almeida, de 73 anos, recebeu alta da Covid-19 e reencontrou a família após 90 dias internada no Hospital Universitário da UFMA, em São Luís.

A paciente foi a segunda pessoa com Covid-19 a dar entrada no hospital e também era a que estava a mais tempo internada. Segundo o HUUFMA, o tratamento da idosa exigiu diversos esforços da equipe de saúde, além da força e superação da paciente para vencer as dificuldades.

Luzia Angelita tem 73 anos e agradeceu os profissionais de saúde após receber alta da Covid-19 — Foto: Divulgação/HUUFMA

⬇️⬇️ COMENTE AQUI ⬇️⬇️

0 Comentários

Informe da ALEMA