Compartilhe essa Notícia:



Os filhos de um idoso de 98 anos de idade, de iniciais A. A. M., morador na Estrada da Vitória, próximo ao cemitério de Poção de Pedras, procuraram a polícia para registrar um boletim de ocorrência contra uma das irmãs, acusada de ter se apropriado do cartão de benefício do pai, e realizado alguns saques sem repassar os valores ao idoso.

De acordo com a denúncia, uma das filhas (de um outro casamento) vem movimentando a conta bancária do pai e não presta conta dos gastos. Ainda segundo as informações, ela não presta cuidados ao pai, comparecendo na casa do idoso apenas para ter acesso ao benefício e vai embora sem deixar qualquer quantia ao senhor de idade.

Para tentar resolver a situação, os filhos e a esposa, também de idade avançada, procuraram a polícia e registraram um boletim de ocorrência. Uma outra filha que mora em Bacabal já mostrou interesse em levar o idoso para sua casa, onde poderá providenciar os devidos cuidados ao pai.

A mulher acusada pela família poderá ser denunciada pelo Ministério Público, como incurso nas penas do art. 102 da Lei 10.741/03, que diz que “apropriar-se de ou desviar bens, proventos, pensão ou qualquer outro rendimento do idoso, dando-lhes aplicação diversa da de sua finalidade” constitui crime punível com pena de reclusão de um a quatro anos e multa.

⬇️⬇️ COMENTE AQUI ⬇️⬇️

2 Comentários

  1. Aqui é só o que tem.

    ResponderExcluir
  2. É só o k tem agora é filhos e netos viciados em droga se apropriando dos cartão dos velhinhos

    ResponderExcluir

Informe da ALEMA