Compartilhe essa Notícia:


O Município de Pedreiras e a Regional de Pedreiras vão receber mais de 4 milhões 



O governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), editou nesta semana medida provisória definindo a divisão de R$ 56 milhões enviados pelo governo Jair Bolsonaro (sem partido) ao Maranhão.

Os recursos abastecerão os cofres do Fundo Estadual de Saúde (FES), de onde serão destinados a unidades hospitalares da rede estadual, além de 13 municípios maranhenses.

Para  o município de Pedreiras serão destinados mais de dois milhões e quinhentos mil reais e para Regional de Saúde de Pedreiras serão destinados mais de Um milhão e oitocentos  mil reais. Ao todo mais de 4 milhões para a saúde da nossa região. 

Os valores devem ser destinados exclusivamente a ações de combate à Covid-19.

Veja aqui a lista completa

Com informações de Gilberto Leda 


Prefeito Antonio França recebe 2,5 milhões para investir no combate a Coem Pedreiras

Marcos Louro gestor da Regional de Saúde desde março de 2018, sua Regional recebe 1.8 mmilhões para combater a Covid-19
⬇️⬇️ COMENTE AQUI ⬇️⬇️

7 Comentários

  1. Vai ser tudo desviado. Em todas as cidades.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Carlinhos,seja mas claro,Poderias especifcar o montante que receberá os municípios de Poção De Pedras,Igarapé Grande,são Roberto,São Raimundo e os demais municípios.

      Excluir
  2. Mais uma bolada de dinheiro pro bolso do Flávio Dino e dos prefeitos e a saúde se lascando.

    ResponderExcluir
  3. Essa grana aí vai ser toda gasta pra comprar votos.

    ResponderExcluir
  4. O secretário de Articulação Política da Prefeitura de Lago da Pedra, Mazolene Coelho, deixou claro a compra de votos com o dinheiro público para garantir a impossível reeleição de Laércio Arruda.

    ResponderExcluir
  5. Graças a Deus q Poção não receberá pois o cascaria desviaria todo em compras de votos 💣💣💣💣💣

    ResponderExcluir
  6. Se não usarem o dinheiro público corretamente, terão que usar tornozeleira eletrônica 😂 😂 😂 😂 😂 😂 😂 😂

    ResponderExcluir

Informe da ALEMA