Compartilhe essa Notícia:




Josival Cavalcanti da Silva, conhecido como “Pacovan” (foto), é um dos presos na Operação “ÁGIO FINAL” desencadeada na manhã desta quinta-feira (03) pela Polícia Federal no Estado do Maranhão.

A operação tem como finalidade desarticular associação criminosa que praticava extorsão contra o atual prefeito de São José de Ribamar, Eudes Sampaio, do PTB.

A informação foi repassada por uma fonte fidedigna ao Blog do Domingos Costa.

À Polícia Federal, Eudes Sampaio disse que Pacovan e seus capangas estariam ameaçando até de morte caso não pagasse 30% de um recurso aproximado de R$ 5 milhões da Saúde, dinheiro esse que tinha caído em uma das contas da prefeitura.

Entretanto, o Blog do DC apurou que a história não é bem essa contada pelo prefeito. Mais tarde outras informações sobre o caso.


LEIA TAMBÉM:

– PF diz que agiotas ameaçaram matar o prefeito Eudes Sampaio caso não fosse pago propina de até 30% de recursos da saúde 

– Operação “ÁGIO FINAL”: Lobistas acusados de extorquir prefeito são presos pela Polícia Federal

⬇️⬇️ COMENTE AQUI ⬇️⬇️

6 Comentários

  1. Por isso k tem muitos prefeitos k não faz nada quando ganha,pega dinheiro emprestado com agiota pra bancar campanha,aí quando ganha vai sugar os cofres públicos pra pagar a conta

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. mas isso aí quem são os culpados e a população q faze o candidato ah fazer isso toma dinheiro emprestado pra gastar com pessoas q nao pensa em desenvolvimento

      Excluir
  2. Em Capinzal do Norte não é diferente o prefeito deve quase 10 milhões para agiotagem como pode trabalhar assim .

    ResponderExcluir
  3. Num tem o liso ? Tu acha acha que ele tá apertado?

    ResponderExcluir
  4. Médio Mearim está cheio de prefeito assim.

    ResponderExcluir
  5. Aí o povo pergunta,por k a saúde está rui,os salários dos funcionários atrasados, prefeito pagando agiotas

    ResponderExcluir

Informe da ALEMA