Compartilhe essa Notícia:

Reunião no Conselho Municipal de Saúde de Pedreiras 

 

Alexandre Assaiante, presidente da Fundação Renascer, segue a jornada para manter em funcionamento a Casa de Apoio Lorinha Assaiante, responsável pelo acolhimento de pacientes pedreirenses em São Luís.

O governo Vanessa Maia informou em nota que não vai usar a Casa Lorinha Assaiante, mas uma casa de apoio no centro da capital, próxima ao Hospital Dutra. Assaiante tem usado as redes sociais para reclamar dessa ação, promete levar o caso a justiça. Segundo ele, como não conseguia ser ouvido pela gestão Vanessa Maia, acionou o Conselho Municipal de Saúde. Apresentou o problema da casa de apoio que funcionava em São Luís desde 2017, sem a necessidade de uma nova casa, que segundo o mesmo, seria uma pensão. Os conselheiros depois de receber ofício, determinaram que o governo de Vanessa Maia abra diálogo com Alexandre Assaiante.

O município atendeu a orientação, e ontem (8), sob a intermediação do Conselho Municipal de Saúde, o secretário de Saúde, Marcílio Ximenes e a coordenadora da Atenção Básica, Arilene Oliveira, finalmente sentaram para ouvir o presidente da Fundação Renascer, Alexandre Assaiante.

A pauta da reunião foi a continuidade do acolhimento das pessoas que precisam do TFD (Tratamento fora do município) em São Luís.

O secretário pontuou que a mudança do local se deve a proximidade dos hospitais mais utilizados pelos pacientes. O novo endereço será à Rua da Alegria, 139, Centro de São Luís.

O município informou que segue com a intenção de instalar a casa de apoio de Pedreiras, no centro; ainda assim, Alexandre Assaiante disse que ficou feliz em pelo menos o governo abrir o diálogo com a Fundação Renascer.

Marcílio e Arilene foram confrontados por Alexandre Assaiante 


O blog conversou com Assainate neste sábado e ele esclareceu sobre o encontro com integrantes do governo Vanessa Maia.

“A reunião aconteceu, porque eu, enquanto presidente da Associação Renascer, provoquei o Conselho de Saúde, que é o órgão fiscalizador do município, para essas questões relacionadas à saúde. Com essa provocação, o Conselho finalmente conseguiu fazer com que o governo se abrisse ao diálogo. A reunião aconteceu ontem, na sede do Conselho de Saúde, nós debatemos, eu apresentei a insatisfação, que não é só minha, mas de muita gente da cidade. Inclusive naquela enquete que fiz, mais de 90% ficaram insatisfeitas com o fechamento da Casa de Apoio. Eu questionei ao secretário de Saúde, ele conhecia o projeto, ele disse que nunca esteve lá, que não conhecia estrutura da casa, mas que tinha fechado, porque queria colocar a casa de apoio funcionando na pensão do Lúcio, no centro da cidade nega onde segundo eles está funcionando a nova casa de apoio. Eu provoquei o conselho para que os conselheiros tomassem conhecimento dessa situação e ficou definido que o conselho irá fazer uma vistoria nessa Casa.

“Busque conversar com secretário de Saúde antes mesmo da posse, no período da transição, mas não consegui contato com ele. Aí eu me vi obrigado a contatar o órgão fiscalizador da Saúde de Pedreiras, que é o Conselho. Eu provoquei ele por meio de ofício e graça a esse ofício, eles conseguiram fazer que o governo se abrisse para conversar. Foram obrigados, mas foram. Eles ficaram de fazer a vistoria e vamos aguardar o resultado dessa vistoria. A minha grande preocupação é que de fato o serviço continue sendo prestado ao nosso povo, que melhore, é o que eu desejo, porque tudo na vida pode ser melhorado, inclusive os serviços da casa de apoio.”

“Vamos aguardar, a nossa parte foi feita, entregamos aos órgãos fiscalizador o assunto e os conselheiros que terão a competência de fazer.”

“Eu recebo diariamente mensagem de pessoas preocupadas, tristes com a notícia; estamos na luta não por algo pessoal, mas em prol das pessoas que precisam desse tratamento. A Associação Renascer já está há 17 anos na sociedade de Pedreiras, lutando pelo bem das pessoas; esse trabalho foi iniciado por minha mãe e agora agente dá continuidade com muita responsabilidade, sempre visando o bem de quem precisa.”

⬇️⬇️ COMENTE AQUI ⬇️⬇️

13 Comentários

  1. O problema do Assaiante, que pessoalmente é um cara gente boa, mas é que ele é político concorrente, e o pior, é do PT.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E já foi condenado por acumulo de cargo... como todo petista, imagine esse rapaz com uma prefeitura ?! kk'

      Excluir
  2. Pedreiras não é Trizidela, os Conselhos Municipais são atuantes, o povo é livre, conhece seus direitos e sabe reevindicar.


    ResponderExcluir
  3. Há algo de errado na história,podem acreditar.O município tem o pleno direito de escolha,o advogado sabe disso.Não estaria ocorrendo aí uma politicagem ??

    ResponderExcluir
  4. Dor de cotovelo desse petista.

    ResponderExcluir
  5. Assaiante é duro. Pedreiras não é Trizidela. Tamo junto Assaiante parabéns pelo trabalho

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse rapaz ai e q estava com acumulo de cargo ? Correto e cortar toda mamata da gestão antiga e dar um novo rumo para pedreiras.

      Excluir
  6. Conselho de saúde é igual peito em homem não serve pra nada. Deixem de ser idiota conselho e merda é a mesma coisa ... povinho besta

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aqui não é Trizidela e o dr Alexandre mostrou isso. Fred arregou. Teve que dialogar. 1a porradaaaa. Tomaaaaaa!...

      Excluir
  7. Pedreiras não é Trizidela do Vale que o coronel mandava e desmandava, PEDREIRAS tem os conselhos que ainda tímidos agem quando é preciso. Alexandre Assaiante é um guerreiro e tem o apoio da maioria da sociedade Civil nesse caso. Se o grupo da gestora e o seu esposo acham que podem tudo ,vamos mostrar que aqui é diferente. Tenho pena da gestora oficial, não apita em nada, quem manda em tudo é o ex gestor de Trizidela do Vale e seu primo Jânio.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Até a cor do 77 é laranja. Conclusão: TODOS SABEMOS QUE ELA É LARANJA. kkkjkj

      Excluir
    2. Já fez mais que a antiga gestão, mamata tem q acabar mesmo.

      Excluir
  8. A casa de apoio funciona há 17 anos???? É só subtrair e sabemos quando foi criada. É coincidência o início das atividades com o mandato do maior ladrão do mundo? As estruturas burocráticas do Brasil estavam sendo para a hegemonia deles. Imagina se o PT tivesse no poder? Essa casa de apoio sequer seria questionada. Abram os olhos Pedreirenses.

    ResponderExcluir

Informe da ALEMA