Compartilhe essa Notícia:

Lenir e Geovane, casal foi assassinado dentro de casa 


Em um trabalho conjunto, as polícias civil e militar, prenderam dois suspeito de cometerem o brutal assassinato do casal Geovane e Lenir, donos de um conhecido balneário no Palmeiral, em Esperantinópolis.

As vítimas foram encontrados mortas com perfurações produzidas à faca na altura do peito, na manhã de sábado (16), na residência do casal localizada no povoado.

O delegado Gilvan Lucas que responde pelo plantão policial do final de semana na 14ª Delegacia Regional, esteve em Esperantinópolis acompanhando pessoalmente o caso.

“Assim que tomamos conhecimento, nos deslocamos à cidade, estamos de plantão na cidade de Pedreira, mas respondendo por toda Regional; e aqui chegando já começamos as entrevistas com pessoas que chegaram no local,  já providenciamos os exames cadavéricos das vítimas; o casal é bastante conhecido na cidade, bem-relacionado, trabalhador, cidadão e ele foi fatalmente alvejado por várias facadas, tanto o Giovani como a esposa. E partir daí, nós iniciamos as investigações preliminares, já obtivemos informações de populares, da população está nos ajudando”, disse o delgado. 

O primeiro suspeito, nome ainda não informado, foi preso ainda no período da manhã de ontem; ele foi levado para à Delegacia de Esperantinópolis; aparentando estava sob efeitos de drogas e bebidas alcóolicas; em seguida, foi encaminhado para a 14ª Delegacia Regional de Polícia Civil de Pedreiras para ser interrogado.

Os policiais seguiram em busca de mais envolvidos no crime e Polícia prenderam segundo suspeito de assassinar casal a facadas em Esperantinópolis.

O segundo suspeito do duplo homicídio que aconteceu na madrugada deste sábado (16), no povoado Palmeiral município de Esperantinópolis foi preso pela Polícia.

O primeiro suspeito foi preso  pela manhã, e encaminhado para a 14ª Delegacia Regional de Pedreiras, e graças a Polícia Militar de Esperantinópolis com o apoio da Polícia Civil de Pedreiras o segundo suspeito de cometer o crime já encontra preso.

Primeiro suspeito preso, nome não informado, estava sob efeito de drodas 


O segundo suspeito preso no período da tarde, também é morador do povoado Palmeiral, conhecido como "Fernando do Didi." O mesmo foi encontrado em sua residência. Durante a operação, o suspeito reagiu a prisão, entrou em luta corporal com o tenente José Antônio, comandante do DPM de Esperantinópolis, e acabou levando um tiro de raspão em uma das mãos. "Ele tentou tomar a arma do tenente", informou um PM. 

Fernando do Didi, reagiu a prisão e foi ferido com um tiro de raspão

Tenente Zé Antônio falou sobre a prisão do segundo suspeito.


“Esse é o Fernando, segundo suspeito preso; a polícia civil interrogando o primeiro suspeito passou a identidade dele pra nós, fizemos incursões no povoado Palmeiral, descaracterizado, a irmã dele informou que ele estava em casa, mas ao perceber nossa chegada, ele saiu para o mato, tentou passar por um arame e a gente realizou disparos de alerta; então ele correu e entrou dentro de casa; ainda tentou contra a gente, tentou puxar minha arma, rasgou minha roupa; ele tentou fugir de todas as formas, e por isso o torna ainda mais suspeito. Ele será encaminhado para regional”, disse o PM. 

Na delegacia de Esperantinópolis, Fernando do Didi não confessou o crime e disse que as sandálias e o boné encontrados na casa onde aconteceu o duplo assassinato não são dele.

“Não, não senhor, não tenho nada a confessar. A sandália e o boné não são meus”, disse. 

Fernando do Didi foi levado o Hospital de Esperantinópolis para cuidar do ferimento e logo em seguida encaminhado para a 14ª Delegacia Regional de Polícia Civil de Pedreiras.

Com informações do Blog do Carlos Barroso (Esperantinópolis).

Mais

URGENTE: Polícia captura suspeito de ter assassinado Geovane e esposa a facadas em Esperantinópolis 

https://www.carlinhosfilho.com.br/2021/01/urgente-policia-captura-suspeito-de-ter.html


⬇️⬇️ COMENTE AQUI ⬇️⬇️

1 Comentários

  1. Rapaz parece que a "PM" de Esperantinópolis está aprendendo com o Sgt. Oliveira. Que continue assim. Parabéns!

    ResponderExcluir

Informe da ALEMA