Compartilhe essa Notícia:


Na última quinta-feira (25), durante a inauguração do Hospital Santa Marta em Esperantinópolis, o blog entrevistou o vereador Cícero Amaro, Presidente da Câmara de Lago da Pedra, que foi convidado para participar do evento.

Durante a conversa, Cícero falou sobre a eleição que o colocou como Presidente da Câmara, e afirmou que ela foi válida, inclusive o Tribunal de Justiça reconheceu a legalidade da votação. Ele também demonstrou que não deseja conflito com ninguém, e deixou claro seu posicionamento de manter parceria com todos os vereadores, e que apesar de ser aliado da Prefeita Maura Jorge, irá manter o projeto de independência da casa.

A primeira sessão de Cicero Amaro como Presidente da Câmara deveria ter ocorrido ontem (26), porém, como os vereadores da oposição não compareceram, o leitura de matérias para serem votadas na próxima semana não ocorreu por falta de quórum. (Leia AQUI

Blog do Carlinhos - Semana passada o Tribunal de Justiça determinou que você assuma a presidência da Câmara de Lago da Pedra, como você recebeu essa notícia? 

Cícero Amaro - Recebi com muita normalidade, até porque a eleição do dia 1º foi válida, feita dentro do regimento interno. Para se eleger não precisa de sete votos. Ocorreu uma eleição de chapa única, pois o outro grupo não se apresentou no tempo certo para registrar a chapa. 

Quero te dizer que a eleição ocorreu em termo regimentais e prevaleceu a verdade. No dia da eleição, eles, por conta de alguma articulação, se atrasaram, então foi registrada a chapa única e a eleição teve seis votos a nosso favor, além de uma abstenção e seis que ficaram calados. 

B.C- A oposição afirmou que vai continuar recorrendo, você tem confiança de que irá permanecer no cargo? 

C.A. - É natural que eles busquem os meios legais para defender a tese deles. Acredito que a justiça, no final, sempre prevalesce. 

B.C.- E se você permanecer no cargo, como serão conduzidos seus trabalhos na câmara? 

C.A. - Será um trabalho que irá beneficiar a população de Lago da Pedra. Irei tratar meus parceiros dentro da câmara com respeito, de modo que toda disputa fique fora da casa. Dentro da casa tem que prevalecer o bem comum da população, através de projetos que o município precisa, para isso, é necessário que haja condições de trabalhar com os colegas vereadores num bom nível.

B.C. - E a parceria com a prefeita Maura Jorge?

C.A. - Essa parceria ocorre de modo a respeitar a independência entre os poderes, a prefeita é o executivo e nós somos o legislativo. Mas, dentro dessa relação, teremos uma grande parceria, e quem ganha com isso nãosomosé nós, mas o povo de Lago da Pedra. O município hoje é carente de projetos que venham beneficiar a população, e agora temos a oportunidade de mudar esse quadro. 

B.C. - Para finalizar: há algum ressentimento ou mágoa entre o atual presidente da câmara e alguns vereadores como Ananias e Lorena? 

C.A. - Da minha parte, meu coração está aberto. Não guardo nenhum rancor, pelo contrário, eu quero plantar amizade. O que desejo é tratar todos com respeito, carinho e sem ressentimento. 

___________________

Veja abaixo a entrevista:

⬇️⬇️ COMENTE AQUI ⬇️⬇️

6 Comentários

  1. Esse ae e a mamãe chegou ganharam muito dinheiro no INSS enganando idosos e analfabetos.cheio de terras e animais e a mamãe chegou td dia compra picanha pra comer com seus amiguinhos bizouros rola bostta

    ResponderExcluir
  2. Agora aí o vereador Ananias é fraquinho👎👎👎👎
    Sabe a maracutaia toda da sua aliada MAURA e ainda caiu nessa, MAURA é mestre em compra de LIMINARES!

    ResponderExcluir
  3. A preucupação dele tá do tamanho do pescoço dele,meio centímetro.kkkkkk

    ResponderExcluir
  4. kkkkkkkk vcs tém 8 anos prá chorar tá bom 👈👈👈👈🇧🇷🇧🇷🇧🇷🇧🇷

    ResponderExcluir
  5. Agora q é presidente da câmara é só paz e amor
    Quando não era tava brigando cm todo mundo 🤣🤣🤣🤣

    ResponderExcluir
  6. Lago da Pedra tem algo em comum com o meu município, políticos incompetentes. Lendo a liminar sobre a eleição na Câmara de vereadores é nítido que alguns não conhecem o tal do "regimento interno". O questionamento judicial inicial é se a primeira eleição da Câmara foi válida. Se foi, as demais foram perdas de tempo. Lendo a liminar, a primeira eleição da Câmara foi válida, a não ser que existam argumentos novos ou omitidos.

    ResponderExcluir

Informe da ALEMA